Sobre Roma

  • Roma é um dos destinos turísticos mais procurados em todo o mundo! Tanto por sua importância histórica e cultural, como também por sua beleza milenar. Nesta cidade, a história de um império glorioso se ergueu e marcou para sempre a capital da Itália. Hoje, anos após a queda do poderoso Império Romano, a cidade ainda tem destaque no cenário mundial, funcionando como um importante centro financeiro e um verdadeiro pólo de moda. Esses atrativos convivem com a beleza e o charme natural, aliando-se à imensa riqueza artística e arquitetônica que está em todos os cantos de Roma.

  • Clima e População

    A região metropolitana tem cerca 2,5 milhões de habitantes, o que faz de Roma a maior cidade da Itália.

    A cidade tem clima mediterrânico, com invernos chuvosos, de temperaturas amenas. Durante o dia, as temperaturas variam de 11° a 18° Celsius. Durante a noite, as temperaturas podem cair até 4° ou 5°C. Já os verões romanos são quentes, com marcações de temperatura superando os 32°C, durante o dia.

    A melhor época para visitar a capital italiana e desfrutar agradáveis temperaturas ao ar livre é a primavera ou o início do outono, ou seja, durante os meses de abril, maio, setembro e outubro.

  • Pontos Turísticos

    Que tal conhecer um país dentro de uma cidade? Pode soar estranho, mas só mesmo em Roma para ter essa chance: indo ao Vaticano. Ele é o menor país do mundo, tanto em tamanho quanto em número de habitantes - e também é a residência oficial do Papa. A população, predominantemente católica, é de cerca de 800 pessoas e o local abriga alguns dos principais símbolos turísticos de Roma e de toda a Itália, como a Basílica de São Pedro.

    A Basílica é a maior igreja do mundo e o principal centro de peregrinação do catolicismo. Uma surpresa agradável é que essa construção de proporções monumentais, erguida onde São Pedro (fundador da Igreja Católica) foi enterrado, tem entrada totalmente gratuita.

    Em termos de igrejas, Roma está muito bem representada. Além da Basílica, a Capela Sistina é outro marco da arte sacra e da arquitetura mundial. Ela está situada na residência oficial do Papa, o Palácio Apostólico. As atrações são os seus famosos afrescos, como aquele pintado por Michelangelo no teto do prédio, e sua arquitetura inspirada nas descrições do antigo testamento sobre o Templo de Salomão. Além disso, o conclave, que é o processo de escolha de um novo Papa, acontece na Capela Sistina.

    Se o destino é Roma e os atrativos são construções importantes, então o Coliseu é outra parada obrigatória. A visita ao Coliseu permite conhecer uma das maiores expressões da arquitetura clássica romana, inaugurada pelo Imperador Tito, 80 anos depois de Cristo. No seu auge, ele podia comportar até 50 mil pessoas, que iam assistir a combates entre Gladiadores e animais selvagens. Hoje, ele é uma das “Sete Maravilhas do Mundo Moderno” e o passeio até a arena é um de seus principais atrativos.

    Os Museus Vaticanos são espaços erguidos pelos Papas que estiveram à frente da Igreja e lá são guardadas importantes obras de arte, principalmente as sacras. A história deles começa com os museus Chiaramonti, Etrusco, Egípcio a Galeria Braccio Nuovo. Com o passar dos anos, novas peças foram adquiridas e hoje são tidas como algumas das mais raras e antigas da história romana. O bilhete de entrada custa 14 euros, enquanto o reduzido custa 8 euros. Ele permite uma única visita no dia aos Museus Vaticanos e também para a Capela Sistina. Além disso, o bilhete garante visita nos cinco dias consecutivos para o Museu Histórico de Roma.

    O Panteão, também conhecido como Panteão de Agripa, é o único edifício construído na época greco-romana que se encontra em perfeito estado de conservação até hoje. Só por esse detalhe a visita a este prédio já se torna indispensável, mesmo que a estrutura externa não chame muito a atenção. Isso acontece por que é no interior do Panteão que está a riqueza histórica e arquitetônica do local.

  • Atrações e Programas

    Entre os programas imperdíveis para se fazer em Roma, a visita à Piazza di Spagna é um dos mais procurados por romanos e turistas - devido à beleza das construções que cercam a praça. É costume sentar, admirar a beleza do local e até mesmo ler um bom livro na Piazza. No caso dos turistas, ler o Guia de Viagens seria o mais apropriado. Depois de subir as escadas, a dica é dar um pulo até a fonte em forma de barco, que fica no centro da praça, e depois esticar os passos até a igreja Trinità dei Monti, uma das mais belas de Roma e que contém afrescos em seu interior, influenciados pela técnica e obra de Michelangelo.

    Outra parada que vale a pena é a famosa Fontana di Trevi, a mais bonita e conhecida fonte de Roma. É neste local que são jogadas as moedas com os desejos dos turistas que querem retornar para Roma, diz a lenda. Dali, caminhe pela Via Appia Antica, a estrada construída por Roma para ligá-la ao Império do Oriente.

    Não deixe de ver também o Arco de Sétimo Severo, as ruínas do Templo de Saturno, a Casa das Virgens Vestais, o Templo de Romolo, a Basílica de Constantino, o Aquarium Forense e os Mercados de Trajano.

    Uma atividade bastante diferente do que se costuma imaginar em locais históricos, como Roma, é ir às compras. Pois Roma se tornou uma das principais capitais da moda mundial. A cidade concentra lojas das grifes mais importantes, além de ter lojinhas que vendem peças da moda a um preço acessível. As ruas mais badaladas para as compras são: Via Condotti, onde são encontradas roupas, sapatos e jóias de grifes como Armani, Gucci, Bulgari e Cartier; a Via Bocca di Leone, onde se encontram peças Valentino e Gianni Versace; a Via Borgognona, onde é possível comprar modelos de marcas como Fendi, Ferrè, e Laura Biagiotti; além da Via Frattina, ideal para quem gosta de se esbaldar com roupas, sapatos, bolsas e perfumes de grifes como Byblos, Castelli e Tiffany.

    Se você é um bom apreciador de vinho (ou simplesmente, adora), não deixe de passar pela Trimani, a mais antiga e tradicional loja de vinhos em Roma. Para trazer as famosas "lembrancinhas", vá até a Feira de Porta Portese, o maior mercado de Roma. Ela acontece aos domingos, das 07h às 14h da tarde, e vende os produtos mais variados, de todos os preços.

  • Vida Noturna

    Para o turista que quer aproveitar a noite em alguma balada, Roma não será apenas um destino histórico e cristão. A cidade oferece uma grande diversidade de bares e boates, que ficam abertos por toda a madrugada.

    Para curtir uma boa música, a sugestão é ir até algum piano bar (que existem aos montes por lá). Se a preferência é pelo agito, vá até os bares em Campo de' Fiori, onde vai encontrar uma galera jovem e ligeiramente alternativa. O lugar é agradável e as bebidas são baratas.

    Na rua Piazza del Parlamento, você sempre encontrará uma grande variedade de cervejas, sanduíches, salgadinhos e doces. E se houver dúvida, vá para Trastevere, uma região tipicamente italiana onde os habitantes se consideram os verdadeiros romanos. Na Praça de Santa Maria, em Trastevere, os freqüentadores do bairro se reúnem para beber, conversar ou assistir aos artistas de rua que se apresentam por lá. A agitação vai crescendo ao longo da noite, que não termina tão cedo.

  • Gastronomia

    Comer em Roma é, sem dúvida, uma das melhores coisas para se fazer na Itália! Embora seja um dos melhores programas na cidade, não é muito barato. Alguns restaurantes são super tradicionais na cidade, mas em geral são caros.

    Uma boa pedida para economizar dinheiro são as “pizza al taglio” (pizza ao pedaço) – uma espécie de fast-food italiano. Fique atento que tem várias lojinhas desse tipo por Roma. É só escolher o tamanho do pedaço para matar a sua fome que eles cortam, pesam e dizem quanto custa.

    Além das tão famosas pizzas, não pense em ir a Roma e não experimentar também os deliciosos sorvetes da cidade – mesmo que seja inverno. Mas só experimente os legítimos e artesanais. Em geral, as boas gelaterias- como são chamadas as sorveterias italianas - são locais pequenos, que vendem somente sorvete. Nos lugares que vendem de tudo, geralmente, o sorvete é industrial. A fama dos sorvetes romanos é devido à textura e consistência, eles estão sempre “fresquinhos” e tem pouca gordura.

    Outra coisa imperdível na gastronomia local são os famosos paninis (lanches feitos em um pão bem macio, conhecido por nós como ciabatta). Opte por comprá-los em padarias e supermercados - são mais fresquinhos e baratos.

    Em Roma, procure os “Alimentari”, que correspondem aos armazéns e mercearias no Brasil. Escolha recheios do seu gosto e fique preparado e satisfeito para os passeios e visitas aos museus. Alguns dos recheios e ingredientes mais típicos e procurados na região são: porchetta (leitão assado), arrosto di tacchino (peito de peru defumado), tacchino (peru assado ao forno), mortadella, prosciutto crudo (presunto cru), prosciutto cotto (presunto cozido), entre outros. Opção é o que não falta em Roma – a cidade é sinônimo da verdadeira alta gastronomia.

  • Transportes

    Em Roma, a melhor opção é andar a pé. O metrô, apesar de rápido, moderno, limpo e simples, só possui duas linhas e, portanto, não é muito abrangente. Além disso, na maioria das vezes, o metrô é utilizado para localidades longe dos grandes centros da cidade. Mas há uma explicação plausível para o sistema de metrô não ser tão eficiente: Roma não pôde construir linhas que pudessem danificar achados arqueológicos da capital.

    Já o ônibus circula por todos os lugares, mas demora o dobro do tempo que você levaria para andar a pé. Caso haja tenha tempo, esse meio de transporte vira uma boa solução, pois é eficiente e barato. Boa parte dos ônibus de linha parte da Piazza dei Cinquecento, em frente à Stazione Termini. No centro da praça, está o escritório de informações.

    Os bilhetes de metrô e ônibus são conjuntos - com 1 euro você pode andar por 1 hora e 15 minutos pela cidade. Existem também os bilhetes diários, que custam 4 euros e permitem que você pegue metrô e ônibus por 24 horas, sem limite de viagens.

    Como grande parte das capitais européias, Roma desfruta de baixos índices de violência. Por isso, o cuidado com a segurança não está na lista de prioridades quando se visita a cidade. No entanto, os cuidados básicos são recomendados, como em todas as grandes metrópoles mundiais. Procure não reagir em casos de furtos ou assaltos e não expor objetos pessoais e de valor em locais ermos e desertos. Em caso de problemas, procure alguma autoridade policial ou guardas da cidade.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Roma (18)

Foto Roma - dani_rangel

Cartões-postais, Enviado por dani_rangel

Ver mais Fotos



Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Roma

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Roma

Publicidade