Sobre Recife

  • As águas são o charme de Recife! São elas que fazem desta capital brasileira famosa como a “Veneza Brasileira”, com seus rios, canais e pontes - todos misturados aos monumentos antigos e novos da cidade. Além dessa harmonia entre o passado e o presente, as influências holandesas, portuguesas, indígenas e africanas moldaram um perfil cultural que é encontrado só em Recife. A prova disso é que lá você pode caminhar sobre pontes que foram projetadas e construídas pelos holandeses, visitar as inúmeras igrejas deixadas pelos portugueses, provar vários dos pratos que foram herdados da cultura indígena e dançar no ritmo do maracatu, que é originário de Pernambuco, sob influências africanas.

  • Clima e População

    O último Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) registrou quase 1,5 milhão de habitantes. Os bairros mais populosos são Boa Viagem, COHAB e Várzea.

    O clima é do tipo quente e úmido, com temperaturas elevadas durante todo o ano. Em janeiro, no verão, os termômetros geralmente registram mais de 30° Celsius. Em julho, no inverno, os registros marcam temperaturas mais baixas, por volta de 20° Celsius, e as chuvas aumentam consideravelmente.

    Durante o verão, o sol é forte e é bom vestir trajes leves e descontraídos. Bermudão, camisa de malha básica ou camisão largo são as peças de roupa mais indicadas. Um boné, chapéu e óculos escuros complementam o kit verão para curtir as altas temperaturas.

  • Pontos Turísticos

    A Praia de Boa Viagem, com seus 7km de costa, está entre as mais belas praias urbanas do Brasil. É bastante procurada por suas areais brancas e o calçadão largo para caminhadas à beira-mar. Além dela, outras praias, que vão do litoral Norte ao litoral Sul do município, destacam-se como pontos turísticos. Entre elas, temos Pina e Brasília Teimosa. A viagem de carro é a mais indicada, pois o acesso até esses pontos é rápido.

    No entanto, é na região metropolitana, distante poucos minutos da capital pernambucana, que está Porto de Galinhas. Muito famosa pela beleza, essa praia possui um relevo horizontal que garante uma vista paradisíaca, com longos trechos de praias e repleta de coqueiros à sua beira.

    Olinda também é um espetáculo à parte. Todo turista que está na capital de Pernambuco aproveita para esticar o passeio até esse patrimônio da humanidade, oficialmente declarado pela ONU. O pequeno município está a poucos minutos de Recife e merece ser visitado por reunir construções históricas e inúmeras belezas naturais. Além disso, ele tem como ponto alto o seu famoso Carnaval. São vários blocos tradicionais que percorrem suas ladeiras ao som do frevo e do maracatu – além de bonecos gigantes sustentados por um único homem.

    A Capela Dourada e o Convento Franciscano de Santo Antônio são belos exemplos de construções barrocas no país. A Capela tem o forro coberto de pinturas elaboradas e seu altar dourado está ornado com imagens do século XVIII. No mesmo estilo arquitetônico, destaca-se também a Igreja Nossa Senhora do Carmo, com altar de talha dourada, coroas de ouro e pedras preciosas; e a Igreja de São Pedro dos Clérigos, réplica de um santuário romano.

    O Instituto Ricardo Brennand (conhecido como Castelo São João) reúne as obras de arte colecionadas ao longo de 50 anos pelo pernambucano que dá nome ao local. Ele possui acervos de obras de arte das mais diferentes procedências e épocas. A visita na Oficina Brennand também é obrigatória, onde uma arquitetura imponente serve de ambiente para as obras do artista Francisco Brennand: esculturas místicas, monstruosas, fálicas e bizarras.

  • Atrações e Programas

    Riqueza cultural é o ingrediente que está mais presente nas atrações de Recife. O Carnaval e o Maracatu são programas únicos e, por isso mesmo, você deve se preparar com antecedência para curtir esses eventos. No caso do Maracatu, é preciso saber previamente as datas das apresentações, pois existem vários grupos com ensaios em diversos horários. Na alta temporada (o Carnaval e o período de festas populares, por exemplo), aproveite os ensaios que acontecem no fim do dia durante os fins de semana. Um dos grupos mais tradicionais e conhecidos é a Nação Pernambuco, com sua base em Olinda.

    No Carnaval de Recife, o destaque é o Galo da Madrugada. Esse é o maior bloco carnavalesco do mundo, segundo o Guinnes Book. Em 2009, cerca de 2 milhões de pessoas acompanharam o embalo do Galo e correram atrás da figura do bloco. Ele desfila todo sábado de Carnaval, indo do bairro São José até a Avenida Guararapes. Quem prefere evitar multidões, pode curtir a folia em um dos barcos posicionados no Rio Capibaribe aguardando a passagem do bloco pela Ponte Duarte Coelho.

    O passeio de catamarã é o programa que mostra o porquê de Recife ser apelidada como “Veneza Brasileira”. A viagem pelos rios e canais oferece uma visão geral dos bairros do Recife Antigo e de Santo Antônio, que guardam boa parte da história do município.

    Uma região diferente para se conhecer é da Ilha de Itamaracá, que é bastante famosa pela prática de esportes náuticos, como kitesurf, windsurf, jet ski, banana boat e mergulho. O local também é ideal para o turista que busca tranqüilidade.

    Recife está cada vez mais preparada para receber qualquer tipo de turista. É famosa por contar com diversos locais "gay friendly", que são abertos à recepção de turistas homossexuais. Hoje também existe um programa de inclusão social para deficientes visuais, que promove a apresentação de cardápios escritos em braile.

    Se você quer levar recordações da cidade para seus amigos, mas também quer fazer um passeio histórico e rico em lembranças, vá até a Casa da Cultura, antiga Casa de Detenção do Recife. Nesse local, você vai fazer compras dentro de antigas celas onde ficaram detidos personagens ilustres, como o escritor Graciliano Ramos. O Mercado Público de São José também é outro “achado” e a dica para se dar bem na hora das compras é pechinchar sempre.

  • Vida Noturna

    Em Recife, a vida noturna é embalada por muitos ritmos. Mas, entre eles, você deve conhecer o frevo, maracatu, caboclinho, ciranda, coco-de-roda, afoxé e manguebeat. E existe uma região que concentra bares, casas de show e boates – onde pode-se ouvir todos os sons de uma só vez: o Recife Antigo.

    A Galeria Joana D'Arc, no Pina, é um outro point badalado da vida noturna da capital. Possui vários tipos de restaurantes especializados, creperias e barzinhos, todos em um único lugar e com opções acompanhadas de música ao vivo.

    Nos bairros de Boa Vista, Boa Viagem e Torre podem ser encontrados barzinhos, pubs e boates que tocam MPB, forró, rock e música eletrônica. Em casarões antigos, a dica é curtir uma tradicional seresta nordestina. O bairro da Torre é conhecido por ter casas de referência nesse assunto.

  • Gastronomia

    O pólo gastronômico de Recife está entre os melhores do Brasil, combinando restaurantes internacionais e vários restaurantes regionais.

    Existem vários pratos e petiscos típicos muito apreciados em Pernambuco, como o caldinho de peixe ou camarão, o caranguejo (inteiro), o casquinho de caranguejo, sururu, arrumadinho, escondidinho, carne de sol, charque à brejeira, cozido, peixada pernambucana, caldeirada, bredo de coco, entre outros.

    A Rua da Hora, no Bairro do Espinheiro, está se tornando em um novo reduto da culinária recifense. Além dos pratos tradicionais, você vai encontrar receitas típicas como feijão de coco, quibebe, pirão de ovos, bolo pé-de-moleque, bolo de macaxeira, bolo-de-rolo e sarapatel.

    A Praia da Pina também oferece deliciosos pratos à base de frutos do mar servidos em pitorescos restaurantes ao longo da orla. Almoçar no Pátio de São Pedro também vale à pena, ainda mais quando a intenção é curtir a paisagem.

  • Transportes

    A melhor opção para se locomover em Recife é alugar um automóvel em alguma locadora ou utilizar os táxis. A capital tem as maiores redes de locação de carros e também possui boas cooperativas de taxis, sempre localizadas próximas aos hotéis e pontos turísticos.

    Os ônibus são boas opções quando conjugados com o metrô. É possível fazer a conexão entres os dois tipos transporte para chegar a bairros mais afastados do Centro e também à região metropolitana. O metrô de Recife tem 4 linhas, corta toda a cidade e o bilhete custa apenas R$ 1,40 - com o serviço de integração incluso.

    Como qualquer turista em visita a uma grande cidade, ande sempre em grupo, com pouco dinheiro na carteira. Andar de táxi credenciado é mais seguro do que alugar um carro. Tome cuidado com câmeras fotográficas e filmadoras, telefone celular, bolsas e objetos de valor, principalmente quando estiver na praia e em locais públicos no centro da cidade.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Recife (18)

Foto Recife - nestorguedes

Casa da Cultura, Enviado por nestorguedes

Ver mais Fotos



Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Recife

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Recife

Publicidade