Conheça - Porto Seguro
Hora Local
11:25

Sobre Porto Seguro

  • Porto Seguro é um paraíso ecológico e um dos destinos mais buscados pelos turistas brasileiros. Foi, oficialmente, o primeiro local onde os portugueses colocaram os pés ao chegar no Brasil. Os motivos por ser tão procurado são muitos – principalmente seus 90km de orla, cujas praias de areia fina e branca criam cenários paradisíacos. A infraestrutura da cidade para receber turistas é bem elaborada, composta por uma rede hoteleira com mais de 30 mil leitos e um aeroporto internacional. O turismo é o principal motor da economia de Porto Seguro, e um dado curioso é que lá também existe um importante pólo de exploração do caju e do côco. O grande atrativo de Porto Seguro é a beleza natural - repleta de praias maravilhosas entrecortadas de rios, coqueirais, Mata Atlântica, manguezais, falésias de texturas e cores magníficas e arrecifes. Todos esses elementos fizeram do local um porto seguro para o turista que busca aproveitar a viagem tão planejada.

  • Clima e População

    Porto Seguro tem pouco mais de 100 mil habitantes. É uma cidade pequena, quando comparada a outros destinos tão procurados quanto ela, como Salvador, Natal e Recife - que também estão no Nordeste.

    O clima é do tipo tropical e, embora fique no Nordeste, a temperatura média anual não é tão alta ao longo do ano – cerca de 25° Celsius.

    Mas, no verão, o clima fica bem quente, com temperaturas ultrapassando os 42° C. Roupas leves são as mais indicadas enquanto durar sua estadia. Caso viaje no inverno, saiba que as temperaturas diminuem, chegando a 15° Celsius. Entre julho e agosto, chove mais.

  • Pontos Turísticos

    Em Porto Seguro, conheça a Centro Histórico e seus museus. Na região, há imponentes prédios e peças valiosas do século XVI, com destaque para o Marco do Descobrimento, para a Igreja de Nossa Senhora da Pena, padroeira da cidade, e para a Casa de Câmara e Cadeia, que abriga o Museu de Porto Seguro, com mobiliário dos séculos XVII e XVIII. Na parte baixa da cidade, todo o casario do século XVII, tombado pelo Patrimônio Histórico, remete aos mistérios e segredos de um passado rico e glorioso.

    Trancoso e Arraial d’Ajuda estão entre os vilarejos mais conhecidos da Bahia. Em Trancoso, as praias proporcionam momentos rara beleza. Do rio da Barra à praia dos Coqueiros são vários quilômetros de praias transparentes, entrecortadas por rios e mangues. Do mirante, localizado atrás da igreja, descortina-se uma deslumbrante vista do mar.

    Em Arraial d’Ajuda, o charme está desde a travessia de barca pelo rio Buranhém até a vista espetacular das falésias que embelezam a região. Durante o passeio de barca, aproveite para admirar os arrecifes e o encontro do rio com o mar, espetáculo imperdível da natureza. Quando estiver em terra firme, siga até as praias de Apaga-fogo, Aracaípe, Mucugê, Parracho, Pitinga ou Taípe, e desfrute da calmaria de um dos destinos mais paradisíacos do Brasil. Vale lembrar ainda do parque aquático Eco Park, que oferece muita emoção à beira mar tanto para adultos como para as crianças que chegam até Arraial.

    Há outras praias para se visitar, como as que estão localizadas em Porto Seguro. Taperapuã e Mundaí são opções conhecidas e estão bem localizadas. Curuípe e Itacimirim são mais calmas, com poucas ondas e areias brancas e finas.

    O Memorial da Epopéia do Descobrimento é outro local de viagem ao passado. Ele abriga uma réplica da Nau Capitânia, que trouxe Pedro Álvares Cabral e sua tripulação, e mantém uma exposição didática, com informações do período colonial na região. Além disso, há um jardim botânico de 20 mil metros quadrados, com vegetação típica de restinga e exemplares das espécies que Cabral encontrou quando chegou aqui.

    O Monte Pascoal, embora fique a 156km do município, vale a pena ser visitado só pela sensação de conhecer o primeiro ponto de terra firme a ser avistado pelos portugueses. Com 536 metros de altura, ele está situado em uma região composta por restingas, mangues, trechos intactos de Mata Atlântica e animais em extinção.

  • Atrações e Programas

    O Parque Municipal Recife de Fora abriga diversidade biológica semelhante a de Abrolhos, e só por isso já vale ser visitado. São encontradas 16 das 18 espécies de corais existentes no mundo todo, como o coral-de-fogo, e também grande diversidade de peixes, como paru, peixe-frade, moréia, arraia, budião-papagaio e outros. Quem enjoa em embarcações não deve encarar a viagem, que dura cerca de uma hora para ir e mais uma para voltar.

    A colorida vila de Nossa Senhora da Penha, primeiro povoado português fundado no Brasil, conta com um conjunto de construções datadas do início do século XVI. Ao final do passeio, pode-se acompanhar apresentações de grupos locais de Capoeira e Maculelê.

    O município também é lugar de compras, principalmente de artesanato. Locais como a Passarela do Álcool, o Centro Histórico e os distritos de Coroa Vermelha e Santa Cruz de Cabrália vendem produtos, como os que são confeccionados pelas tribos Pataxó. Por falar em cultura indígena, se tiver curiosidade, dê um pulo até a Reserva Indígena Pataxó da Jaqueira, com direito a peixe cozido em folha de bananeira.

    O Quadrado é uma das regiões de destaque em Trancoso. O local tem esse nome porque ali existiam igrejas e casas da época dos jesuítas. Com o passar dos anos e o aumento do turismo, elas foram transformadas em lojas, bares, restaurantes e pousadas. Árvores centenárias, como jaqueiras, mangueiras, amendoeiras e jacarandás, emolduram e dão um clima todo especial ao Quadrado, que resume boa parte da vida de Trancoso.

    Passeios ecológicos pelo rio Buranhém são altamente recomendados. O rio corta a cidade e é responsável por levar os turistas em uma viagem que termina na Ilha do Pau do Macaco.

    Chegar até Caraíva, pacata vila de pescadores a 70 quilômetros de Porto Seguro, é ter a impressão de que o tempo parou para deixar a natureza totalmente preservada. Logo na entrada, uma exuberante paisagem se abre na ladeira de acesso ao lugar: o rio de um lado, a vila no meio e, no fundo, o estonteante azul do mar, emoldurado pelos coqueirais. Caraíva também é o local para quem busca tranqüilidade ou passeios mais calmos. O ideal é caminhar pela praia em direção ao Sul, pegar um barco de pescador ou uma carroça e visitar as aldeias que ainda existem por lá.

  • Vida Noturna

    Os turistas que quiserem badalar à noite na primeira região do Brasil a ser povoada contam com o “Pool da noite”. É um circuito formado pelas principais casas de shows e barracas de praia da cidade.

    A cada noite acontece uma festa diferente, que permite ao visitante ter opções de passeio de domingo a domingo. Os luaus, como são chamadas as festas à beira-mar, são o grande destaque. Eles oferecem mesas de frutas, decoração tropical, fogueiras, shows com dançarinos e bandas de axé e forró.

    Compõem o pool da noite as seguintes casas: Axé Moi, Barramares, Alcatraz, Transilvânia, Tôa Tôa e Ilha dos Aquários.

    Uma das melhores pedidas também é curtir fogueiras à beira mar, mesas de frutas e shows musicais que vão de axé, passando por lambada, forró e até uma providencial MPB. Tudo organizado nas barracas que estão na orla de Porto Seguro, Trancoso ou Arraial d’Ajuda.

  • Gastronomia

    A gastronomia local é influenciada fortemente pelos portugueses e indígenas. Mas os povos que estiveram por lá foram muitos e diversificaram os pratos. Hoje, encontra-se de tudo na região, do prato mais brasileiro ao mais internacional.

    A Passarela do Álcool é também o local que, durante o dia, concentra as melhores opções para se comer um acarajé, doces ou salgados da culinária baiana. As famosas barracas de batidas de Porto Seguro, incluindo o “Capeta”, uma bebida típica feita à base de vodka, guaraná em pó e leite condensado, são facilmente encontradas na Passarela do Álcool.

    Em Trancoso, veja como as águas límpidas e mornas das praias se tornam molduras das barracas de praia com cobertura de piaçava. Debaixo de alguma delas, o turista encontra o conforto necessário para curtir várias opções gastronômicas, como peixe assado na telha, lagosta, moqueca de peixe, casquinha de siri, carnes e mariscos em geral.

  • Transportes

    Para andar em Porto Seguro, o ideal é contar com o táxi ou alugar um carro, pois os ônibus são poucos, principalmente à noite.

    Os barcos e barcas são excelentes opções para passeios no rio Buranhém. Além disso, as embarcações são utilizadas para ir até algumas ilhas e povoados da região, como Arraial d’Ajuda.

    O aeroporto internacional é bem localizado e é a melhor maneira para se desembarcar em na cidade. Já a rodoviária, que leva até o município, fica a apenas 1km da cidade e além dos táxis, conta com ônibus que seguem em direção ao Centro.

    Essa pacata cidade não está entre as mais violentas do país. E está longe de chegar nesse ranking. Mas, como em qualquer lugar, alguns cuidados básicos de segurança são necessários. Evite expor seus objetos pessoais enquanto caminha pela rua e quando estiver dentro de ônibus ou transportes públicos. Utilize o celular com atenção e procure estar atento. Em caso de problemas com segurança, procure alguma autoridade policial da cidade.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Porto Seguro (18)

Foto Porto Seguro - Master User

Vista aérea, Enviado por Master User

Ver mais Fotos

Hotéis em Porto Seguro

Ver todos os hotéis em Porto Seguro

Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Porto Seguro

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Porto Seguro

Publicidade