Sobre Maceió

  • A capital do estado de Alagoas é uma daquelas cidades nordestinas cuja beleza natural do lugar fica na memória por dias e dias. A capital é adornada por coqueiros, mangues e o colorido do mar, que convidam qualquer visitante a um mergulho longo e demorado nas águas que, ora estão azuis, ora estão verdes. Mas, só para parecer o lugar perfeito, o custo de vida e da viagem para lá é tão barato que prolongar a estadia na cidade é mais fácil do que se imagina.

  • Clima e População

    O clima predominante em Maceió é do tipo tropical. Na cidade, o sol e os dias quentes imperam quase o ano todo. Por isso, a média da temperatura ao longo dos 365 dias é elevada, entorno de 28º Celsius.

    Os trópicos fazem com que a umidade relativa do ar seja elevada, entorno de 79,2% no mês de julho, por exemplo. Isso é devido ao inverno, período em que mais chove na cidade. As temperaturas não caem muito nessa época do ano, com média de 20ºC. O verão é quase difícil de definir, pois durante todo o ano o clima é quente. De dezembro a março é quando esquenta mesmo, com temperaturas na faixa de 30º Celsius.

    A população residente é de aproximadamente 2,5 milhões de pessoas. É uma das menores capitais do Nordeste, mas a proporção de seu litoral impressiona: 230 quilômetros de praias, que alternam paisagens paradisíacas e primitivas.

    Na alta temporada, a circulação de pessoas aumenta expressivamente, sendo que a maioria dos turistas, em 2009, veio de São Paulo, Rio de Janeiro e Argentina. Em média, duas semanas é o tempo ideal para conhecer os principais pontos turísticos da região.

  • Pontos Turísticos

    Os lugares mais interessantes para se visitar são as praias de Maceió. Elas não são os únicos atrativos, mas o encanto que exercem sobre os visitantes faz parecer que um pedaço do paraíso está à disposição de quem chega por lá.

    As praias mais visitadas, conhecidas e boas para se passar o dia são Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca.

    Em Pajuçara, por exemplo, um dos programas mais bacanas para se fazer é aproveitar a maré baixa para curtir as piscinas naturais que se formam em alto mar. A maré costuma diminuir em horários específicos, como o início da manhã. O melhor transporte para se chegar a alto mar com a maré baixa é a jangada. A sensação de estar no meio do mar, observando bancos de corais, é uma das experiências mais legais que a capital alagoana pode oferecer. Outra praia muito famosa é a do Francês, que merece ser visitada.

    A praia de Ponta Verde é banhada por ondas calmas, águas cristalinas e cercada pelos coqueiros cenográficos em sua orla. Chegar a esse local e curtir o clima de verão permanente é uma das melhores maneiras de se conhecer a cidade. Além de ser um atrativo natural, ao redor de Ponta Verde estão os melhores hotéis de Maceió e os points dos grupos jovens da cidade.

    Outro ponto que merece uma tarde inteira para ser conhecido é a lagoa Mundaú, repleta de ilhas e manguezais. O passeio de barco pela lagoa é bom para acompanhar o pôr-do-sol e também para conhecer o trabalho das artesãs e rendeiras do Pontal da Barra.

    A poucos quilômetros de Maceió está um complexo turístico muito interessante, chamado Dunas de Marapé. O nome dele já denuncia seus principais atrativos, que são acompanhados de maravilhosas praias e manguezais.

    Uma visita aos pequenos museus pode garantir uma viagem no túnel do tempo muito agradável. As dicas começam pelo museu Theo Brandão, que é dedicado à cultura popular. Lá, estão exibidas peças como as moringas antropomorfas do artista plástico Joel Rufino e muitos exemplos de rendas antigas, como a “bico singeleza”. O museu da Imagem e do Som também agrada a quem quiser conhecer mais sobre a cidade a partir de fotografias, livros, discos, vídeos e rádio.

  • Atrações e Programas

    Seguir viagem para o litoral norte de Maceió é uma dos melhores passeios para turistas. No destino, praias e rios aguardam a chegada dos visitantes que irão se deparar com surpresas mais que agradáveis ao longo do caminho. Durante o percurso, ambulantes vendem doces de caju, mangas, lagostins, bolo de milho, pé-de-moleque e muitos outros produtos típicos da capital alagoana que fazem do pit-stop um piquenique.

    Conhecer as construções históricas também faz parte do roteiro imperdível de Maceió. Uma das maiores é o museu Palácio Floriano Peixoto, que possui um jardim imponente e guarda objetos e móveis do século XIX.

    Já o Teatro Deodoro é uma boa dica tanto como programação quanto local de passeio. Inaugurado em 1910, espetáculos de teatro, dança e shows de música são realizados no Deodoro.

    O conjunto Conventual Franciscano e a igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição fazem parte das atrações sacras que Maceió oferece para seus visitantes. A Matriz ainda possui as suas esculturas sacras originais, da época de sua inauguração, que ocorreu em 1784. O conjunto Conventual Franciscano, por sua vez, abriga a igreja da Ordem Primeira e também a da Ordem Terceira. A primeira delas, na época do Brasil Colônia, permitia somente a entrada de fieis brancos, enquanto os negros e escravos deviam buscar a outra igreja para realizar suas preces.

    Passear pelo bairro antigo Jaraguá é ter a chance de conhecer construções do período colonial com simples caminhadas. O bairro também abriga bares, boates, restaurantes, etc. Além disso, o Porto de Maceió se localiza nessa região.

  • Vida Noturna

    A música ao vivo domina os bares, restaurantes, casas de espetáculos e boates de Maceió. O povo alagoano e toda a animação que eles transmitem é canalizada por meio da música cantada em alto e bom som.

    Um dos melhores lugares para encontrar opções de música ao vivo é o bairro antigo Jaraguá. Outras opções que agitam a noite na cidade se localizam na orla das praias, como a de Pajuçara ou Ponta Verde.

    A música típica do nordeste não pode faltar em uma capital como Maceió. Por isso, o forró tem noite reservada em várias boates e casas de show. O Maikai e o Lampião são duas opções bastante conhecidas e que têm a programação voltada para o arrasta-pé durante alguns dias de semana e no fim de semana todo.

    As baladas com todos os tipos de música e para todos os tipos de gosto podem ser encontradas no bairro Mangabeiras. Uma opção válida e que costuma bombar é a boate Life.

    A programação cultural tem espaço na noite da cidade. Os melhores espetáculos de teatro, de dança e música costumam ser exibidos nos teatros Sérgio Brandão (de Arena) e no Teatro Deodoro.

  • Gastronomia

    O Sururu (molusco de água doce) é um dos pratos típicos de Maceió. Ele é encontrado em quase todos os cardápios de bares e restaurantes da cidade. O modo de preparo vai desde o mais tradicional - batizado de sururu de capote, que é o molusco preparado e servido na casca com pirão - até a utilização de receitas francesas – como o caldinho de sururu, que é afrodisíaco.

    No entanto, o que torna o paladar do sururu tipicamente nordestino é o leite de coco. Uma combinação perfeita e preparada com um ingrediente que é a base de muitas receitas do estado do Alagoas e de outras partes do Nordeste brasileiro.

    A culinária alagoana também é influenciada por uma mistura das tradições dos índios, dos portugueses e dos africanos que povoaram o país. Os índios, os primeiros habitantes, passaram para as gerações futuras a tapioca (massa de farinha de mandioca, também conhecida com aipim ou macaxeira), outra iguaria muito apreciada nos lanches, pratos e receitas de Maceió.

    Além de ser rica em pratos regionais, a culinária de Maceió tem espaço para as especialidades de todo o Brasil e do mundo. Por isso, menus com pratos italianos, japoneses, chineses, peruanos, franceses, entre outros, são facilmente encontrados nos restaurantes da capital alagoana.

  • Transportes

    A melhor maneira para circular em Maceió é alugando um carro. Como toda grande capital, as locadoras de automóveis estão por toda a parte.

    O pré-requisito básico para dirigir na capital alagoana se aplica a qualquer outro lugar do país: estar atento às regras de trânsito e segui-las. A principal avenida da cidade, a Litorânea, é também o ponto de partida para os passeios, que podem começar pela orla e se estender para as regiões vizinhas.

    O transporte público não é dos mais confortáveis, porém algumas modalidades podem ser úteis aos turistas. Os ônibus passam em pontos turísticos conhecidos, como no centro antigo. Mas, é preciso ficar atento ao percurso e ao preço. Se o destino for alguma praia um pouco mais distante do centro e da rede hoteleira, o preço do bilhete pode ser mais caro do que o valor cobrado em uma viagem comum.

    Ao circular por lá, é preciso tomar as medidas de segurança básicas, que servem para outra cidade do porto de Maceió. É bom evitar exibir pertences de grande valor e andar com atenção pela rua. O principal é não reagir em casos de furtos ou assaltos. Para evitar ocorrências desse tipo, evite expor seus objetos pessoais enquanto caminha pela rua e quando estiver dentro de ônibus ou metrôs. Em caso de problemas, procure alguma autoridade policial, como a Polícia Militar ou a Guarda Municipal.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Maceió (18)

Foto Maceió - lua_tebet

Caminhando na Praia de Jatiúca - Maceió, Enviado por lua_tebet

Ver mais Fotos

Hotéis em Maceió

Ver todos os hotéis em Maceió




Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Maceió

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Maceió

Publicidade