Sobre Los Angeles

  • Los Angeles é a cidade onde os sonhos se tornam possíveis. Como isso acontece? Por meio do cinema, que transformou a cidade na capital mundial do entretenimento. Hollywood, a indústria de fazer filmes, se desenvolveu em LA (apelido mundialmente conhecido) e mostrou ao mundo todo o encanto e glamour da maior cidade do estado da Califórnia e segunda maior dos EUA. A fábrica cinematográfica de Los Angeles é um de seus maiores atrativos, mas está longe de ser o único point famoso que existe por lá.

  • Clima e População

    O clima de LA é do tipo temperado e, atualmente, mudanças bruscas podem acontecer. Pode-se dizer que faz mais calor na cidade do que frio, principalmente entre maio e outubro. A média da temperatura máxima, ao longo do ano, é de 29º Celsius, enquanto a mínima atinge 9ºC. Entre novembro e abril, as temperaturas diminuem e o frio aumenta.

    Há algum tempo, a temperatura era mais estável, exceto quando a cidade se tornava realmente quente em agosto e chovia um pouco em janeiro. Nos últimos anos, porém, a mudança do clima provocou ondas de calor mais fortes e mais longas, enquanto as pancadas de chuva, rotineiras no inverno, se transformaram em fortes tempestades que se estendem até a primavera.

    A população de Los Angeles está entre as maiores do EUA e figura entre as maiores do mundo. Só a cidade tem quase 4 milhões de moradores. Já a região metropolitana tem cerca de 13 milhões de habitantes, tornando-se uma das maiores regiões metropolitanas do planeta.

  • Pontos Turísticos

    Los Angeles divide-se em cinco grandes áreas: Centro, Hollywood, os Vales, Westside e as praias, onde estão as mais diversas atrações. Disneylândia e Hollywood Studios são alguns dos parques temáticos mais procurados da Califórnia.

    A Disneylândia é um local mágico que sobrevive com glamour ao passar dos anos. Diferentemente do Disney World, na Flórida, a Disneylândia proporciona a nostalgia do primeiro parque de Walt Disney, com os clássicos personagens Mickey, Pato Donald, Pateta e as grandiosas atrações do local, como os Piratas do Caribe, que deram origem ao filme de mesmo nome. Bem mais novo que a Disneylândia, o Walt Disney Concert Hall é uma das mais recentes atrações arquitetônicas de Los Angeles. Esse teatro é, atualmente, o lar da Filarmônica da cidade.

    A Universal Studios Hollywood, que fica ao norte do centro de Los Angeles, também é uma boa diversão, especialmente se existir o interesse em saber como um set de filmagens funciona. Para uma visão um pouco mais realista, o ideal é o tour de duas horas da Paramount Studios. Outros estúdios também oferecem o mesmo tipo de passeio.

    O letreiro de Hollywood, que fica no distrito, é ícone que merece ser visto e fotografado para guardar de recordação. Ele tem mais de 15 metros de altura e fica no topo do monte Lee, onde foi instalado em 1923 como publicidade de um empreendimento imobiliário. Acabou se tornando um dos maiores símbolos do cinema americano e, para chegar até ele, é preciso fazer uma caminhada de cerca de oito quilômetros.

    Os pontos turísticos destinados às crianças, e também aos adultos que “esqueceram” de crescer, são o Zoológico de Los Angeles (a 150km de LA, cujo caminho pode ser feito com um carro alugado), o Griffith Observatory e o La Brea Tar Pits.

    O Zoológico abriga diversas espécies de animais e tem espaço para atividades ao ar livre. Já o Griffith Park Observatory, que é o maior parque urbano da América, possui um prédio em formato de domo da década de 30 e permite assistir ao pôr-do-sol e caminhar por trilhas com vistas panorâmicas da cidade. O La Brea Tar Pits, por sua vez, são piscinas de piche quente da superfície da Terra, onde fósseis milenares estavam escondidos. É possível observar esse fenômeno da natureza a partir das janelas do Page Museum Laboratory, museu que fica no local e também exibe réplicas em tamanho original das reconstituições feitas a partir dos fósseis encontrados no La Brea Tar Pits.

  • Atrações e Programas

    Ir às praias de Los Angeles é um programa paradisíaco. Mas, diferentemente do Brasil, há regras claras ao tomar banho de mar: não é permitido consumir bebida alcoólica, fumar ou praticar nudismo.

    O visitante pode pegar um bronzeado em Malibu ou passear de bicicleta ou patins pelo calçadão de Santa Monica. Além do charme e requinte, este bairro possui tradição secular em termos de píers, pois é ali que está o Píer de Santa Mônica, construído em 1908. Moradores da cidade e turistas costumam passear nas tardes de verão, quando a vista do píer é espetacular.

    A calçada da fama, ao longo da Hollywood Boulevard, é um ponto de parada obrigatória para qualquer um que esteja em LA. O quarteirão do Teatro Chinês é o mais badalado por abrigar os autógrafos e marcas das mãos de artistas como Tom Cruise e Brad Pitt. É possível sair de lá até com a sua própria estatueta do Oscar, cujas réplicas são vendidas em vários pontos do distrito.

    O Westside é a região que reúne os bairros de prestigiados como Beverly Hills, Century City, Westwood e Bel Air. Nessa região, a dica é descolar com os camelôs de esquina os mapas que têm a localização das mansões dos famosos e dar uma esticada até lá. Em Bervelly Hills, ficam as ruas comerciais mais famosas do mundo, como a Rodeo Drive, e também o Museu do Filme e da Televisão.

    Se o programa escolhido é fazer compras, é preciso saber que em LA os artigos costumam ser muito caros. Quem quer economizar deve ir até as lojas de pechinchas de Chinatown, no centro, ou na Third Street, em Santa Monica, onde são encontradas grifes mais jovens, com artigos mais acessíveis do que os de Rodeo Drive. Este centro comercial, aliás, é um dos mais luxuosos do mundo e mantém os preços de seus produtos à altura dos famosos que circulam por lá.

    Em bairros como Santa Monica, Venice Beach, Hermosa, Manhattan, Redondo e Silver Lake, a melhor maneira de descobrir a região e suas atrações é caminhar ou andar de bicicleta. Os mais ousados e resistentes podem seguir as rotas litorâneas de bicicleta, ganhando como presente um longo, porém lindíssimo passeio.

  • Vida Noturna

    Curtir a night em Los Angeles pode começar nos bares e terminar em clubes noturnos. O fator decisivo é saber onde encontrar a melhor programação em LA, já que a vida noturna por lá é muito agitada e não para em um único lugar.

    As regiões de West Hollywood, Silver Lake, Venice Beach e a área de Manhattan/Hermosa Beach concentram a melhor oferta de bares de LA, que ficam próximos uns dos outros e agradam a todo tipo de público.

    Já a escolha dos clubes depende do quanto você pode pagar. A grande variedade permite escolher de acordo com a grana disponível no bolso. Alguns se encontram na área do Sunset, enquanto outros, mais elegantes e caros, ficam ao longo da Las Palmas Avenue, um dos trechos preferidos das celebridades de LA.

  • Gastronomia

    A influência étnica, principalmente asiática, é forte nos restaurantes e, por consequência, se reflete nos pratos servidos em LA. Existem excelentes opções indianas, chinesas, japonesas, tailandesas e coreanas na parte leste da cidade.

    Há também os Tex-Mex, que são os pratos mexicanos preparados com o tempero do país vizinho que fica logo ao Sul do estado da Califórnia. A comida cubana é um caso à parte devido ao charme de seus pratos saborosos e suculentos. Um bom local para provar é S. La Cienega Boulevard, onde existem restaurantes que servem porções imensas acompanhadas de feijões pretos, arroz, cebola e banana-da-terra frita. O “Cubano” é um típico sanduíche recheado com presunto, leitão assado, queijo e pickles, e que é encontrado facilmente nessa região.

    West Hollywood, Beverly Hills e as praias de Malibu e Santa Monica concentram os restaurantes badalados, onde é hábito pagar mais caro do que a refeição costuma valer.

  • Transportes

    Existem várias opções para se deslocar por LA, desde táxis e carros alugados até ônibus e trens. Mas o carro, devido à influência histórica das montadoras sobre a organização do trânsito da cidade, se destaca como o jeito mais prático para ir de um lugar ao outro.

    No aeroporto, dependendo de qual deles for feito o desembarque, os ônibus, trens e vans são opções de transporte público. Há também a opção de vans gratuitas, oferecidas pelos hotéis da região aos hóspedes que fazem reservas antecipadas. Desse modo, é bom se certificar sobre isso com antecedência.

    O carro é, geralmente, o meio mais eficiente para se deslocar na cidade ou para partir do aeroporto, ainda que os congestionamentos sejam apavorantes. Ao alugar um automóvel, reserve uma boa grana para pagar o aluguel e dê preferência para aqueles que vêm com GPS integrado (sistema de geolocalização que informa onde você está). Além disso, ter um mapa da cidade e estudá-lo um antes de pegar o volante é essencial para não se perder. Rotas que pegam a 405 Freeway costumam estar congestionadas, assim como a Santa Monica Boulevard. Portanto, é melhor evitá-las sempre que puder.

    Ainda que os engarrafamentos assustem, o transporte público pode decepcionar. O melhor é conjugar o uso do sistema público de transporte, criando boas opções. O Big Blue Bus de Santa Monica é bom para circular pelas cidades praianas, enquanto utilizar o MTA Metro para o centro da cidade é bastante tranqüilo. Os trens do MetroLink também são uma maneira direta e razoável de se deslocar pelas áreas mais distantes dentro de LA.

    Como alguns percursos e pontos de visitação podem estar distantes entre si, pegar um táxi pode sair muito caro. Eles são baratos se forem utilizados pra lugares próximos entre si. Além disso, o jeito mais seguro de se obter um táxi é ligar para uma cooperativa, pois eles não costumam circular pelos quarteirões – com exceção dos arredores dos aeroportos.

    No quesito segurança, Los Angeles teve sua pior fase na década de 90. Hoje, os índices de violência não são alarmantes e apenas algumas regiões da cidade, como a parte sul, merecem atenção. Ainda assim, não há um clima de medo e apreensão. Algumas zonas do centro da cidade não são bons lugares para se estar durante a noite, principalmente por causa da rixa entre as gangues da região.

    Como em qualquer cidade grande, os cuidados básicos são recomendados, como não reagir em casos de furtos ou assaltos, não expor objetos pessoais e de valor em locais ermos e desertos. Em caso de problemas, procure alguma autoridade policial ou guardas da cidade.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Los Angeles (18)

Foto Los Angeles - mandinha_nit

Bem-vindos a Beverly Hills, Enviado por mandinha_nit

Ver mais Fotos



Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Los Angeles

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Los Angeles

Publicidade