Sobre Londres

  • A cidade conhecida como a mais pontual do mundo é também uma das mais cosmopolitas do planeta. Londres é sinônimo de vida pulsante, que se revela nos passeios pelos jardins da cidade, nos famosos pubs e pela infinidade de programas disponíveis para todos os tipos e gostos em todas as regiões. Depois de se apaixonar por toda essa riqueza e cultura, o visitante vai descobrir que há muito mais. Além de Londres, o conjunto de ilhas que forma o Reino Unido preserva suas tradições como poucos lugares do mundo. E, estando em Londres, conhecer todo o resto é apenas questão de poucas horas de viagem.

  • Clima e População

    O clima em Londres é bastante suave. Em geral, o verão é bem leve e o inverno um pouco frio. Os meses de janeiro e fevereiro são os mais frios, enquanto julho e agosto são os mais quentes. O tipo de clima é temperado oceânico, com temperaturas geralmente equilibradas. A temperatura média do verão é de 18° Celsius. Já no inverno, os termômetros registram temperaturas por volta dos 4° C.

    Uma das coisas que impressionam no clima em Londres é a sua mudança constante. No início da primavera, por exemplo, pode-se ter chuva, neve, trovão, granizo e sol no decorrer de um único dia! O tempo na cidade é considerado imprevisível, podendo ficar nublado e chuvoso a qualquer hora. Portanto, vale a pena ter sempre um casaco e um guarda-chuva na mão, por precaução.

    A cidade abriga, atualmente, cerca de 12 milhões de habitantes, contando com a região metropolitana. Somente Londres concentra cerca de 8 milhões de pessoas, entre eles muitos imigrantes.

  • Pontos Turísticos

    A London Tower (ou Torre de Londres) é, sem dúvida, uma das melhores vistas para os turistas. Pode-se dizer que nela está a síntese da história da cidade situada às margens do rio Tâmisa. Construída pelos conquistadores normandos, no reinado de Henrique 8º, suas torres foram transformadas em prisão. Atualmente, a torre guarda as jóias da Coroa Britânica, que podem ser vistas por quem for ao local.

    Após a Torre de Londres, é hora de pisar em outros cartões postais mundialmente famosos: as pontes da capital inglesa. A mais conhecida delas é a Tower Bridge, uma ponte-báscula (que se eleva para permitir a passagem de embarcações) que faz parte do cenário londrino. Hoje, além de importante ponto turístico, ela ainda se mantém relevante para o caótico trânsito urbano. As passarelas construídas para pedestres deram lugar ao Tower Bridge Experience, uma exposição permanente sobre a história da ponte.

    Além desta, vale conhecer a London Bridge, que, com cerca de 800 anos, é a ponte de pedra mais antiga da cidade. Ela cruza o rio Tâmisa, entre a City e Southwark, e está situada entre as pontes Cannon Street Railway e Tower Bridge. Até 1.750, quando a ponte de Westminster foi erguida, ela era a única a cruzar o rio Tâmisa.

    As igrejas com estilo gótico são também grandes atrativos para os visitantes em Londres. A mais importante delas é a Abadia de Westminster (Westminster Abbey), onde foram coroados os reis da Inglaterra. Hoje, ela é considerada a mais importante igreja de Londres e uma das mais exemplares do país.

    Os museus são um capítulo à parte no roteiro de viagem. Há museus para todos os assuntos: Guerra, Transporte e até das Prisões. Mas, imperdíveis mesmo são o Museu Britânico, o Museu de Cera Madame Tussaud, o Natural History Museum e o Science Museum.

    Os palácios fazem parte da magia que envolve a história de Londres. Por séculos, reis, rainhas e cavaleiros fizeram história em suas “humildes” casas. O mais importante deles é o de Buckingham, onde moram a Rainha Elizabeth e toda a Corte. O Palácio de Kensington e o Palácio de St. James também são tradicionalmente procurados durante a passagem pela cidade.

    Além das dicas acima, Londres tem inúmeros locais mundialmente conhecidos e que merecem algumas horas do seu tempo. Visite as Casas do Parlamento (também conhecido Palácio de Westminster ou Houses of Parliament), onde fica o poder legislativo; o Royal Albert Hall, a maior casa de espetáculos da capital; e a National Gallery, museu que contém obras de importantes artistas, como Leonardo Da Vinci, Botticelli, Rembrant, entre outros.

  • Atrações e Programas

    A London Eye ou Millennium Wheel é dos programas mais incríveis de se fazer em Londres nos últimos anos. A roda-gigante - com seus 135 metros de altura - era a maior do mundo até 2006, quando inauguraram outra gigantesca na China. Mas, diferença de tamanho à parte, é quase inacreditável a visão que se tem dos arredores de Londres a bordo de um dos 32 carrinhos da London Eye. Admirar esse cartão postal já se resume em um programão.

    Outro programa clássico da cidade é assistir a troca da Guarda Real do Palácio de Buckingham. Ela ocorre quase todos os dias às 10:30h, em frente ao Palácio. Durante a cerimônia, um regimento chega marchando, assume a guarda do palácio, e o regimento anterior vai embora também marchando, ambos precedidos por bandas militares. A cerimônia dura cerca de 30 minutos e, para se ver algo, é essencial chegar bem cedo porque o local fica lotado.

    Mas, como a capital do Reino Unido é farta, outras atrações também chamam a atenção dos viajantes. A Catedral de Saint Paul é um destino bacana e muito conhecido, mas o que poucos turistas sabem é que os jardins da igreja são um excelente lugar para lanchar ou almoçar. Como a catedral fica no centro financeiro, os estressados executivos tem o hábito de reservar horas do dia para fazer um lanche e relaxar em meio ao caos urbano.

    O Hyde Park pode ser considerado um lugar inusitado. Lá, você poderá assistir a figuras discursando sobre qualquer assunto que os interesse, em algum palanque montado no parque. É uma dica para saber sobre o quê e como os londrinos costumam se manifestar. Além disso, ele faz parte dos Parques Reais de Londres, sendo um dos mais bonitos e uma das maiores áreas verdes dentro da cidade. O espaço costuma ser palco de grandes festivais de música e o melhor dia para a visita é no domingo.

    A Inglaterra tem vários lugares interessantes para conhecer, além de Londres. E como os meios de transporte são eficientes, você pode se deslocar pelo país com facilidade e rapidez. Um passeio diferente é pegar um trem na estação de Victoria para Leeds Castle, um castelo no sul do Reino Unido. A viagem é de apenas uma hora de Londres. O tíquete custa cerca de 20 libras e inclui a viagem de ida e volta de trem, um translado de ônibus da estação até o castelo e a entrada em Leeds Castle. Lá, você poderá conhecer um pouco da história da Inglaterra, pois o bilhete inclui uma visita monitorada aos aposentos do castelo. A paisagem do lugar é muito bonita, com jardins, estufas de plantas, um aviário, restaurantes, lojas de souvenirs e até um labirinto.

  • Vida Noturna

    A vida noturna em Londres é muito agitada. Um local com tantas atrações turísticas não ia pecar na hora dos programas noturnos. São dezenas de pubs, restaurantes, boates e cinemas. O bairro SoHo é o lugar ideal para quem busca por bares e clubes. Já a famosa Rua Charing Cross Road é o local ideal para curtir um teatro e outros programas mais lights. A Praça Leicester Square é um pouco de tudo. Quem quiser ir ao cinema e conferir as últimas estreias vai encontrar lá muitas salas para garantir a sessão. Mas, quem preferir cair na noitada também não vai se decepcionar em Leicester.

    Os pubs em Londres costumam fechar cedo, por volta das 23h. Os londrinos começam a noite em algum pub, bebendo nas tradicionais pints, que são aquelas grandes jarras de cerveja. Depois de bem animados, a agitação continua nos clubs, como são conhecidas as boates e danceterias que funcionam até mais tarde. Há opções de clubs até para brasileiros, com dia e hora para shows tipicamente nacionais.

    O Ministry of Sound é um dos maiores clubs da Europa, com quatro bares e quatro ambientes diferentes. Ele reúne os melhores DJ’s do mundo e é aconselhável chegar cedo para não enfrentar filas enormes. Outro point de Londres é o Notting Hill Arts Club que, apesar de pequeno, é bem agitado.

    Vale ressaltar que a entrada nos clubs têm algumas regras. As roupas não podem ser tão à vontade. O jeans e o tênis, por exemplo, são tidos como peças proibidas nestes locais. O requinte e o conforto falam mais alto nos clubes londrinos. Nas boates, os preços variam de £15,00 a £20,00, dependendo do horário.

  • Gastronomia

    A gastronomia inglesa está voltada principalmente aos frutos do mar, peixes, frituras, batata frita e carne de porco com ervilha – prato típico da Inglaterra. E em Londres não é diferente! Apesar da tradição gastronômica, você vai encontrar todo o tipo de comida. A cidade oferece restaurantes de todas as nacionalidades, que servem comidas de várias partes do mundo.

    Mas quem visita Londres, vale a pena experimentar os pratos típicos da região. A comida típica da Inglaterra inclui o famoso “fish and chips”, peixe frito empanado acompanhado de batata frita e vinagre. O “Beans on toast” também é outro clássico da região. É uma torrada de pão coberta com feijão em molho de tomate – o feijão é diferente do nosso brasileiro, ele é macio e tem sabor adocicado.

    O “yorkshire pudding” também é um destaque da cozinha londrina. É uma panqueca feita ao forno, que pode ser degustada com diferentes ingredientes. O típico café da manhã inglês é composto por torradas com ovo frito, bacon, tomate, cogumelos grelhados e salsicha. Tudo isso acompanhado por suco de laranja e muito chá preto. Outros pratos que estão sempre presentes na mesa dos ingleses são as verduras cozidas, a batata assada, as tortas salgadas e a carne assada.

    Os doces londrinos também incluem vários pratos específicos. As sobremesas geralmente não são muito doces. As mais tradicionais são a “apple crumble” (torta de maçã), o “bread and butter pudding” (pudim de pão), o “spotted dick” (pudim de frutas secas) e o “triffle” (fatias de bolo ensopado com rum e coberto com geléia, frutas de verão e creme).

    Todas as regiões e bairros da cidade oferecem bons restaurantes com boas comidas a preços justos. As casas mais caras e sofisticadas de Londres fica na região Oeste – é lá que ficam o restaurante do famoso chef Gordon Ramsay e o exclusivo Mosimann’s, comandado por Anton Mosimann – chef oficial do príncipe Charles.

  • Transportes

    Londres é um exemplo de eficiência dos transportes públicos. O metrô londrino possui a maior malha ferroviária subterrânea do mundo. A eficiência e o planejamento permitem que os moradores e turistas andem por toda a cidade somente de metrô. Ir de um ponto turístico a um show é muito mais prático se for feito nos tubes, como é chamado o metrô na Inglaterra.

    Outra vantagem do transporte público em Londres é que as linhas de ônibus se articulam com as do metrô. Se for necessário usar mais de uma linha, o ideal é comprar um "travelcard", bilhete válido para o metrô e para o ônibus também. O preço varia conforme sua validade – de 1 dia ou de 1 semana - e de acordo com as áreas abrangidas. O bilhete de um dia pode custar, por exemplo, quatro libras e dez centavos.

    O serviço de ônibus com guia turístico, o London Transport Sightseeing Tour e os passeios de barco pelo Tâmisa são opções para conhecer os principais pontos turísticos sem muita preocupação. Já os táxis (conhecidos como "black cabs"), embora caros, são um meio de locomoção seguro. Alugar um carro pode também ser uma boa idéia, pois a cidade é, de um modo geral, muito bem sinalizada, com indicações para todos os principais pontos turísticos. No entanto, fique atento para os congestionamentos e problemas típicos de trânsito. Eles existem em Londres, como em qualquer outra metrópole.

    Por falar em grandes centros urbanos e seus problemas, Londres se destaca em um quesito: a segurança. A cidade é conhecida por ser bastante segura e registrar baixos índices de violência. Muitos turistas se impressionam ao caminhar pelas ruas e perceber o esquema de proteção. Mas, ainda assim, os cuidados básicos são recomendados, como não reagir em casos de furtos ou assaltos, não expor objetos pessoais e de valor em locais ermos e desertos. Em caso de problemas, procure alguma autoridade policial ou guardas da cidade.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Londres (18)

Ver mais Fotos

Hotéis em Londres

Ver todos os hotéis em Londres




Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Londres

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Londres

Publicidade