Sobre Atenas

  • A cidade que é considerada o berço da democracia, hoje, recebe pessoas de todos os lugares do mundo e está entre as 10 mais visitadas do planeta. Os turistas seguem para Atenas interessados em conhecer sua história milenar e o seu desenvolvimento, cujas características influenciaram a formação e o comportamento da sociedade.

  • Transportes

    Circular por Atenas é fácil porque os meios de transporte público atendem a maior parte da cidade e levam até a maioria dos pontos turísticos. O sistema foi reformado para receber os jogos olímpicos de 2004 e a herança deixada para os turistas atende muito bem ao público que chega por lá.

    O metrô circula sobre uma rede moderna e opera com três linhas que cobrem grande parte da cidade. Os trens elétricos operam com duas linhas que levam os passageiros do centro da cidade (Praça Syntagma) até a costa de Atenas. Lá, o percurso se estende até a costa oeste.

    Os taxis não faltam e circulam em todos os lugares. Os valores da corrida são medianos e dependem mais da distância a ser percorrida. Para lugares longes não é aconselhável viajar de taxi. Utilizá-los só é uma boa ideia quando o caminho a ser percorrido é curto.

    Como em toda grande metrópole, alguns cuidados básicos de segurança são necessários, principalmente em transporte público. Evite expor seus objetos pessoais enquanto caminha pela rua e quando estiver no ônibus ou metrô. Utilize o celular com atenção, evite carregar grandes quantias de dinheiro e, quando for pagar algo, procure ser discreto. Em caso de problemas, procure alguma autoridade policial da cidade.

  • Clima e População

    O clima é do tipo mediterrâneo, o que faz com que a maior parte do ano seja de tempo bom e ensolarado em Atenas. O motivo é que a cidade está no sul da Europa, região tipicamente mais aquecida do continente. A média da temperatura no verão é alta, entorno de 30º Celsius.

    Nos meses mais quentes – de junho a agosto -, os 35ºC são facilmente registrados nos termômetros. No inverno, que vai de dezembro a fevereiro, a temperatura média registrada é de 10º Celsius, com ocorrências de chuvas. Neve mesmo não chega a cair, a não ser na região central e do norte da Grécia.

    A população estimada é de 4 milhões de habitantes em toda a região metropolitana da cidade. É quase um terço de toda a população da Grécia, o que corresponde a 40% dos habitantes de todo o país.

  • Pontos Turísticos

    Atenas possui um dos sítios arqueológicos mais importantes do mundo em toda a extensão de seu território. Mas, além disso, ela tem muitos pontos de visitação igualmente interessantes e importantes para se explorar.

    O mais famoso deles é a Acrópole, o conjunto de construções e edifícios datados antes de Cristo. Localizada no alto de uma colina, os monumentos e templos desse lugar oferecem visão privilegiada de toda a cidade. O Partenon é o templo mais representativo da Acrópole e um dos símbolos mais conhecidos de Atenas.

    Ainda vale conhecer o Erechtheion, prédio famoso pelas estátuas das seis Cariátides (colunas no formato de seis jovens), e o Museu da Acrópole, onde estão dispostas várias esculturas e relevos, algumas com cerca de 2500 anos de idade.

    Logo abaixo da Acrópole está a Ágora Antiga, que era o centro urbano da Grécia antiga. Lá, é possível ver os resquícios de escolas, teatros e arenas que existiram na região. Nesses locais transitaram os famosos filósofos gregos Sócrates e Platão, além de ter sido instalado ali o Templo de Atena, construído 500 anos antes de Cristo.

    O templo de Zeus é outro local histórico que só os gregos poderiam ter construído. Ele é o maior templo grego que existe e demorou mais de 700 anos para ser elevado. Do total de suas 104 colunas de 17 metros de altura, somente 15 restaram para sustentar a imponente obra erguida a mando do imperador romano Adriano. O mesmo bilhete que se usa para a Acrópole serve para conhecer o templo de Zeus.

    Outro templo em que a visita é tão valiosa quanto um presente dos deuses é o de Posêidon. Ele fica distante de Atenas cerca de 70 quilômetros, que são rapidamente percorridos com um carro alugado. O templo de Posêidon é um santuário localizado no cabo Sounion e ainda preserva 15 das suas colunas feitas completamente de mármore. A vista que se tem da península ática é simplesmente privilegiada.

    A visita ao museu Arqueológico Nacional surpreende pelas obras e objetos expostos que datam da Antigüidade clássica grega. São peças de bronzes, armas, mármores, esculturas, etc. Até quem não curte visitações a museus vai gostar de ver esse centenário templo da história antiga.

  • Atrações e Programas

    Um dos melhores programas é percorrer ao máximo o bairro ateniense chamado Plaka. Ele é o mais antigo e boêmio local de Atenas, onde são encontrados conjuntos de prédios antigos, sobrados e casarões que mostram a face do cotidiano ateniense.

    Nesse bairro existem barzinhos e lojas que vendem produtos artesanais e locais, além de diversos restaurantes típicos e bastante característicos de Atenas. Os estabelecimentos não são grandiosos e refletem o charme antigo do bairro. As ruelas animadas sempre levam ao ponto de encontro do bairro, que é a Platéia Filomousou. Nos arredores, vários barzinhos servem excelentes vinhos gregos.

    Passear pelos Jardins Nacionais é a chance de se perder em alamedas repletas de uma vegetação plantada no século XIX. Os jardins estão localizados logo na saída do templo de Zeus. Após esse passeio, a dica é esticar a caminhada até o monte Likavittós, que é o ponto mais alto de toda a cidade e oferece uma vista panorâmica incrível.

    Ao sair do Jardins Nacionais, o visitante irá se deparar com o Parlamento, que fica na praça Syntagma. Ela por si só é um programão para se fazer numa tarde de domingo, pois ao redor desse local estão construídos belíssimos edifícios do século XIX. Também aos domingos, o passeio vale pela troca de guarda que acontece no Parlamento. Ritual que também acontece na Inglaterra, mas que pode ser conferido como ocorre em terras atenienses.

    Quem quiser saber como eram os locais onde os Jogos Olímpicos tiveram início, deve ir até o museu Olímpia. As ruínas dos primeiros estágios e ginásios ainda existem, assim como as esculturas e fachadas originais dos templos que serviram para as competições.

    Se quiser caminhar por um local badalado em Atenas, a praça Omonia (ou Platéia Omonia) é o ponto certo. Ela fica no fim da rua Athinas e reúne os jovens atenienses ao seu redor. O caminho que leva até a praça também pode ser aproveitado, pois o Mercado Central está localizado na rua de acesso à praça e é nele que são vendidos os deliciosos doces gregos a base de mel.

  • Vida Noturna

    Sair à noite é um hábito dos atenienses. Por isso, os turistas que gostam de uma vida noturna movimentada vão apreciar os barzinhos, restaurantes, casas de show e baladas da capital grega.

    Logo no fim da tarde, depois do pôr-do-sol, é comum que as pessoas dêem uma caminhada pelas ruas. Isso é chamado de “volta” e as ruas do bairro Plaka e a praça Kolonaski são ótimos lugares para se sentir como um ateniense. Outro típico programa em Atenas são os festivais de música, que ocorrem principalmente no verão.

    O Teatro Pallaso costuma sediar grandes festivais de jazz e concertos de rock. Além disso, os melhores shows de flamenco da cidade são realizados no Pallaso. A realização de shows acontece todas as noites e dura até de madrugada.

    O lugar da música clássica em Atenas é Megaron Mousikis Concert Hall, que garante todas as noites uma lista de espetáculos clássicos pra ninguém colocar defeito. Além do Megaron, o Teatro Olympia, que é a sede da companhia de Ópera Nacional Grega, é uma boa opção.

    Para se esbaldar na noite, o bairro de Gazi é a melhor opção. Danceterias e clubes, movidos a música eletrônica, embalam a noite até de manhã. As opções para o público gay também são muitas por ali nessa região.

    Se a ideia é descobrir como os atenienses se divertem à noite além dos teatros, as buzukia, casas de espetáculo, poderão mostrar como é que se diverte em Atenas. Os cantores fazem performance ao vivo e não é raro que a animação dure ate de manhã.

  • Gastronomia

    Os pratos típicos de Atenas geralmente são acompanhados de uma boa bebida, como o vinho ateniense. Esse é o hábito mais comum da culinária em Atenas, que tem em sua base os frutos do mar como principais elementos.

    Pratos genuinamente de Atenas são o mousak, parecido com uma lasanha de berinjela, o Xoritiki, uma espécie de salada feita de pimentão verde, tomate, pepino, queijo de cabra, azeitona e bolinho de carne. Na cidade, a carne também é muito apreciada e consumida, principalmente a de carneiro. Os pratos preparados na panela e acompanhados de massa ao molho de alho fazem muito sucesso.

    O stifado, que é um cozido de vitela com ervas, cebolinhas, tomate e azeite, ou o peixe grelhado acompanhado de ouzo (bebida alcoólica feita a partir da uva) são especialidades da cozinha ateniense.

    O clima quente favorece o cultivo de frutas e verduras, que se transformam em saladas e sobremesas deliciosas. O rizogalo (arroz doce), o loukoumdes (bolinho doce feito com mel e frito) e bougtsa (doce de creme com canela e açúcar) são típicas sobremesas facilmente encontradas em regiões como a do bairro de Plaka.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.

Fotos Atenas (18)

Foto Atenas - mario_vedder

Acropóle, Enviado por mario_vedder

Ver mais Fotos



Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Atenas

Faça uma avaliação

Avaliações e Dicas - Atenas

Publicidade