Sobre Aracaju

  • Aracaju

    Aracaju é uma das cidades mais aconchegantes do nordeste brasileiro. Viajar para lá é encontrar um povo animado, que sabe fazer grandes festas populares, como o Pré-Caju, mas que também sabe conservar o local após tanta animação. A limpeza e a infraestrutura turística da capital sergipana são convidativas o ano inteiro.

  • Gastronomia

    O que mais se encontra em Aracaju são pratos preparados com frutos do mar. No entanto, outras opções diversificadas e saborosas também podem ser apreciadas e a preços muito agradáveis e camaradas.

    O caranguejo é o ingrediente de qualquer prato típico da cidade. Geralmente são servidos em porções individuais ou inteiros, além de integrarem receitas deliciosas. A carne-de-sol e o pirão-de-leite também são tradicionais.

    Alguns restaurantes tradicionais, como O Miguel, costumam servir feijoada sergipana, preparada com feijão mulatinho e legumes, e surubim na brasa. Outras se especializaram em lagostinhas grelhadas e carré de cordeiro, como o Armazém Bacco.

    Os mercados populares são excelentes locais onde os turistas podem encontrar os pratos acima e muito mais. Uma visita durante o dia garante, ao mesmo tempo, um passeio agradável e saboroso. O melhor de comer nos mercados é o preço que se paga pela refeição bem preparada e bem servida!

  • Vida Noturna

    Música ao vivo é a mania que dá o tom da vida noturna em Aracaju. São vários bares e restaurantes que realizam apresentações de bandas, cantores e grupos para animar o público que chega à cidade.

    O forró pé-de-serra é um dos tipos musicais mais executados, assim como o toque da zabumba, os acordes da sanfona e do triângulo, o xote, o xaxado e o baião também são bastante ouvidos pela cidade.

    A Passarela dos Caranguejos é paradeiro certo para quem busca agito na noite. Casas noturnas como Cariri tocam o que há de melhor do forró. O bar Coqueiral também é outro local bastante procurado e lembrado por quem já esteve na cidade.

    As opções de diversão para os gostos musicais diferentes e tradicionais também existem. Se bater a vontade de conhecer uma boate ou clube mais descolado e cosmopolita, a dica é seguir para o Escuderia ou F1 Club. Nesses locais, os melhores DJs da região costumam se apresentar e animam o público com temas que mudam a cada dia da semana.

  • Transportes

    Para quem visita a capital do Sergipe pela primeira vez, uma boa surpresa é reservada na hora de circular pela cidade: a integração do transporte público.

    Hoje, a melhor maneira para conhecê-la é utilizar o bilhete único implantado por lá, que dá o direito de circular por toda Aracaju com apenas uma passagem, pegando quantos ônibus forem necessários.

    Outro meio de transporte muito prático é a bicicleta. A cidade tem uma rede cicloviária com cerca de 50 quilômetros de extensão. Tantos os moradores quanto os turistas podem aproveitar as ciclovias para percorrer os principais pontos turísticos de Aracaju e conhecer detalhes que passariam despercebidos.

    Os táxis também estão à disposição dos turistas, que podem escolher um veículo tanto na rua quanto pelas cooperativas. Os grupos são vários e o preço da corrida segue o padrão das capitais nordestinas.

    Os cuidados básicos ao circular pela cidade, principalmente à noite, são os mesmos que seriam tomados em cidades do mesmo porte. Evitar expor objetos de valor em locais públicos, não abrir as sacolas de compras na frente de estranhos, procurar andar acompanhado e em grupo são as melhores iniciativas para se manter seguro. No caso de algum problema relacionado à segurança, o ideal é procurar alguma autoridade local e relatar o problema. Não reagir a assaltos é uma das primeiras atitudes quando esse tipo de situação ocorrer.

  • Atrações e Programas

    A Passarela do Caranguejo é um point famoso de Aracaju por muitos motivos. Mas o passeio ao longo do dia, principalmente no fim da tarde, se torna um dos melhores programas para se fazer na região. Os bares, quiosques e restaurantes reúnem turistas e moradores para aproveitar o que eles oferecem de melhor: iguarias da culinária sergipana regadas a muita bebida e animação.

    O Centro Histórico é outro lugar importante a ser visitado, pois igrejas, praças, casarões antigos e monumentos históricos de Aracaju estão nessa região. Além disso, mercados, museus e uma área exclusiva de comprar para pedestres ficam posicionadas nas margens do rio Sergipe.

    Os mercados populares também são grandes atrações. Antônio Franco, Thales Ferraz e Albano Franco são os que reúnem as mais variadas ofertas com opções de lazer e cultura. Eles costumam estar divididos por departamentos, o que facilita a localização de produtos como artesanato, grãos e comida, roupas e tecidos, eletrônicos, etc. Os preços costumam ser baratos e a pechincha é a ordem do dia quando se está em algum desses grandes mercados.

    Curtir um passeio de Catamarã no rio Sergipe é um programa típico de visitantes que se instalam em Aracaju. Uma atração que não perde a graça porque dura cerca de três horas. Esse tempo é o suficiente para conhecer a fauna e a flora que cercam um dos rios mais importantes da região. Tudo isso pode ser acompanhado de um bom almoço, que é servido no próprio catamarã enquanto a paisagem natural se revela para os passageiros da embarcação.

    Uma visita às igrejas São Salvador e Catedral Metropolitana permitem conhecer um pouco mais da história e do desenvolvimento da cidade. A igreja de São Salvador foi a primeira a ser construída na capital do estado, enquanto a Catedral possui em sua cúpula belíssimas pinturas do século XIX.

  • Clima e População

    O clima é do tipo tropical, quente e úmido. Ao longo do ano, a temperatura média é de 26º Celsius, com Sol forte em quase todos os meses.

    Janeiro, fevereiro e março são os meses mais quentes, com temperaturas atingindo os 31ºC. Até abril, as chuvas ocorrem com freqüência. Entre junho e agosto, com a chegada do inverno, os termômetros costumam registrar 22ºC, em média. Entre setembro e novembro chove pouco, sendo os meses mais secos na região.

    A cidade tem pouco mais de 500 mil habitantes, e tem como vizinhas São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro e Santo Amaro das Brotas. A maior parte dos moradores de Aracaju é católica, com 77% dos fiéis da cidade. Os serviços, a indústria e o turismo são as principais atividades da capital sergipana.

  • Pontos Turísticos

    As praias se distribuem ao longo de 35 quilômetros do litoral, dotadas de infraestrutura, como bares, quiosques e postos de informação. A marca registrada são as águas mornas e rasas, perfeitas para crianças e idosos mergulharem.

    A praia de Atalaia é uma das melhores e, por isso, está entre as mais visitadas. É um dos mais bonitos pontos turísticos da capital do Sergipe e concentra ao seu redor os bares, restaurantes e hotéis mais badalados da cidade. Ela ainda oferece quadras de tênis, parque infantil, fonte luminosa com o balé das águas, um oceanário e o Centro de Arte e Cultura J. Inácio.

    Embora Atalaia seja uma das mais famosas, Aruana, Robalo, Náufragos, Refúgio e Mosqueiro também são praias belíssimas para se visitar. Uma grande facilidade é o acesso, que pode ser feito por meio do transporte público em todas elas.

    O Oceanário de Aracaju, que fica na orla da praia de Atalaia, oferece como atrativos 20 aquários com várias espécies de animais marinhos e plantas aquáticas do estado. O espaço abriga arraias, meros e tubarões-lixa, que são animais típicos do fundo do mar sergipano. Além disso, os visitantes podem conferir em tempo real as águas do oceano Atlântico por meio de uma câmera submarina instalada nas profundezas do mar.

    A Colina do Santo Antônio é um dos melhores lugares para ter uma visão panorâmica da cidade. De lá, é possível avistar o estuário do rio Sergipe e a ilha de Santa Luzia. Além desse visual, a visita à colina é um retorno à história da fundação da cidade. No local, existiu o primeiro aglomerado urbano da cidade que se transformaria em Aracaju.

    A orla do bairro Industrial, que fica às margens do rio Sergipe, no norte da capital, está entre as novidades da região. A infraestrutura equipada com ciclovia, calçadão, parque infantil, bares e restaurantes transformaram a orla em um atrativo aconchegante e descontraído para os visitantes. Bem pertinho está a ilha de Santa Luzia, que exibe seus coqueiros, suas canoas de pescadores adornadas com velas coloridas e o clima de tranquilidade da região.

    Um local bacana para conhecer detalhes de Aracaju é o Memorial do Sergipe, onde estão guardadas mais de 6 mil peças. Todas elas relembram e contam a história da cidade, mostrando a cultura do nordeste brasileiro e da região. Boa parte dos objetos conta a história ligada ao cangaço e também sobre as cidades de Sergipe do início do século XX.

Receba ofertas imperdíveis!

Assine a newsletter do Mundi e receba as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por email.




Publicidade

Publicidade

Avaliações e Dicas sobre Aracaju

Avaliações e Dicas - Aracaju

Publicidade