Casa de Anne Frank

Casa de Anne Frank

Prinsengracht 267 -
  • Avaliações: -0.05 de 0

- Visão Geral

A Casa de Anne Frank é o tipo de ponto turístico capaz de emocionar qualquer visitante. Esse é o museu onde uma das histórias mais simbólicas da época da Segunda Guerra Mundial é reconstruída e contada para pessoas de todos os lugares do mundo, que viajam por Amsterdã.

Anne Frank ficou escondida nos fundos do prédio onde morava com a família e mais alguns judeus quando os Países Baixos foram invadidos pelos nazistas. Durante esse tempo, a menina começou a escrever um diário relatando o cotidiano, as dificuldades e outros aspectos da vida que levava enquanto a Guerra acontecia.

Em 1944, o esconderijo foi descoberto e quase todos os seus ocupantes, incluindo Anne, foram enviados para os campos de concentração. Apenas o pai da menina, Otto Frank, conseguiu sobreviver. Ao longo dos anos, o prédio, em condições precárias, foi transformado numa espécie de museu. Otto e os familiares dos que estiveram com Anne, durante aquele período, doaram todos os objetos que pudessem servir para recriar o ambiente da época e constituir o acervo do museu.

- Localização

A Casa de Anne Frank está localizada no centro de Amsterdã, na Prinsengracht 263-267. Da estação Central ao museu são menos de 20 minutos de ônibus ou trem. Ambos param próximos à entrada da Casa de Anne Frank.

- O que fazer

Ao chegar ao museu, inicia-se o tour pelo local onde Anne e as outras pessoas permaneceram escondidas. Um dos momentos mais emocionantes é ver o diário de Anne Frank, praticamente intacto. Mesmo após 50 anos de existência do prédio, comemorados em 2010, os cômodos abertos à visitação lembram o clima da época em que toda a história contada pela garota aconteceu.

Para tornar mais realista a experiência do turista, a estrutura e o acervo estão conservados, e alguns objetos ainda intactos. Documentos históricos, fotografias, pequenos filmes e outros itens são uma amostra do que será possível conhecer. Lá dentro existem ainda cafés e uma livraria, que merecem uma passagem rápida. Em geral, a visita dura cerca de uma hora.

- Quando visitar

Entre os meses de abril e agosto é a baixa temporada e menos visitantes aparecem por lá. Ainda assim, a média de visitação já ultrapassou 1 milhão de pessoas e, por isso, na alta temporada, como no verão europeu, longas filas se formam. Nesse caso, é bom visitar pela manhã ou no início da noite.

 
0 de 0

 



Publicidade