Basílica de Nazaré

Basílica de Nazaré

- Visão Geral

A Basílica Santuário de Nazaré é um dos lugares mais respeitados e adorados pelos paraenses. O motivo de tanto encanto é constatado por aqueles que chegam à cidade e se deparam com a beleza arquitetônica do prédio e a religiosidade que o envolve. A Basílica é o destino da imagem de Nossa Senhora de Nazaré durante o Círio, uma das maiores e mais tradicionais procissões religiosas do planeta.

A história da igreja começa com a vontade dos Barnabitas (religiosos de Belém da família que teve origem na Itália) de construir o Santuário, em 1909. Ela é um dos mais importantes símbolos religiosos do Pará e está entre os pontos turísticos mais belos de Belém. O modelo é inspirado na Basílica de São Paulo, em Roma, e a sua decoração interior foi toda confeccionada por artistas paraenses.

O templo recebeu o título de Santuário somente em 2006, mas desde 1923 é reconhecida por Roma como Basílica. A igreja não funciona somente como templo religioso ou ponto turístico, mas também desenvolve trabalhos sociais que atraem pessoas de outras cidades e regiões do Pará.

- Localização

Ela fica no bairro de Nazaré, na cidade de Belém, capital do Pará. Para chegar ao local basta utilizar os meios de transporte convencionais, veículos particulares ou alugados.

- O que fazer

O melhor a se fazer é visitar a Basílica durante o dia ou quando alguma missa estiver acontecendo. A estrutura encontrada pelos turistas encanta e impressiona, pois a Basílica tem 20 metros de altura, cinco naves e 36 colunas de granito maciço italiano. Além disso, suas duas torres têm, cada uma, 42 metros de altura. Por dentro, todo o forro é de madeira e as paredes são revestidas de mármore. De baixo, os turistas olham para o alto e descobrem 54 vitrais que se referem a momentos bíblicos e de devoção à Nossa Senhora.

São 11 altares, 19 estátuas feitas de puro mármore de carrara, três portas frontais feitas de bronze, uma cripta, um órgão com três teclados e, o mais curioso: nove sinos que são considerados o conjunto mais antigo do país. Eles datam de 1966 e foram os primeiros modelos elétricos. Do lado de fora, na fachada, admira-se um belíssimo vitral feito com a imagem, em mosaico, da Virgem Maria. O traçado conjuga os estilos renascentista, gótico, bizantino e românico.

- Quando visitar

A visita pode ser feita durante todo o ano.

Já esteve em Basílica de Nazaré?
Seja o primeiro a avaliar!
Avaliar

Esse ponto turístico não possue avaliação.

 
0 de 0

 



Publicidade