Amsterdã, Holanda

Avaliações e Dicas - Amsterdã

Total de Avaliações: 16

qualidade das avaliações porcentagem das avaliações quantidade de avaliações
Excelente 88.0% 14
Bom 7.0% 1
Razoável 7.0% 1
Ruim 0.0% 0
Péssimo 0.0% 0

Nota Média

Nota Média 4.8

Excelente "Superou as expectativas!"

Faça uma avaliação

Avaliações

  • 1 avaliação.
    Ana Cecilia Mendes

    Ana Cecilia Mendes escreveu:

    Amsterdã tudo de bom!

    • Destino visitado em Agosto de 2011
    • Avaliação feita em 8 de Dezembro de 2011

    Como posso descrever Amsterdã? Foi uma das viagens mais incríveis que ja fiz. Tem quem diga que da pra conhecer Amsterdã em 2 dias, eu discordo.

    Quem se programa pra viajar para a Europa, pra lugares como Paris, Londres, Berlim, acaba dando uma PASSADA em Amsterdã. Lógico que não quero comparar o tamanho dessas cidades com o tamanho de Amsterdã, mas sim, a quantidade de coisas bonitas e legais que tem pra ver la, acaba que não da pra conhecer tudo em tão pouco tempo, eu fiquei 10 dias la e achei pouco, me encantei com a cidade, parques, passeios nos canais, as feiras, andar pra la e pra ca de bicicleta, fora a comida, la tem restaurantes de todas as partes do mundo e são todos de ótima qualidade, a cerveja é maravilhosa também, é uma cidade aconchegante e muito gostosa, principalmente pra ir a dois.

    Visitei Den haag, que também é linda, é uma cidade de praia, passei apenas um dia la, mas adorei.

    Indico pra quem for pra Holanda ir nessas duas cidades que são bem próximas e são maravilhosas, vale a pena passar um pouco mais de tempo na Holanda e aproveitar tudo que esse pequeno, mas maravilhoso país tem de bom!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para você? Sim

  • 1 avaliação.
    machadorachel

    machadorachel escreveu:

    Inverno Surpreendente!

    • Destino visitado em Dezembro de 2008
    • Avaliação feita em 5 de Dezembro de 2011

    No inverno, não é comum a Holanda receber um frio que seja capaz de produzir muita neve, ou congelar seus canais. O que realmente incomoda é o vento, que aliás os holandese aproveitam muito bem, vide seus famosos moinhos!

    No inverno de 2008, eu e meu esposo tivemos a oportunidade de ver uma alegria correspondente à praia no verão aqui no Brasil, centenas de holandeses patinando nos canais congelados.

    Eles são tão incrivelmente empolgados com a patinação nos canais, que um deles passou por uma parte que ainda não estava bem congelada e consequentemente, caiu na água...foi retirado, não se secou e seguiu viagem!

    Parabéns aos Holandeses pela sua capacidade de ser feliz independente das intempéries.

    E como não poderia faltar, para suportar um frio desses, nos aquecemos com deliciosos cafés acompnhados de stroopwaffles (waffles de caramelo - fantásticos) e gevoldkooken (biscoitos recheados com marzipan - sem comentários, muito bom!).

    É claro, que existem numerosas atividades para se deliciar em Amsterdam, mas são pontos turísticos que se consegue informação em qualquer guia, como o Vondel Park, que é uma delícia, principalmente no verão, para fazer caminhadas e pique-niques. No entanto, ao nos depararmos com a animação daquele povo diante daquele frio, não tem como deixar de informar, pois não é um ponto turístico é um evento, um movimento natural da cultura local, e é isso que realmente interessa aos loucos por viagens!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para você? Sim

  • 1 avaliação.
    2 fotos em 1 lugar.
    Marcus Takeo

    Marcus Takeo escreveu:

    2 dias e 1/2 em Amsterdã.

    • Destino visitado em Maio de 2009
    • Avaliação feita em 6 de Outubro de 2011

    Dá? Dá, mas tem que ser raçudo como somos eu e a Renata, minha mulher. Nunca andamos tanto! A cidade é pequena, mas tem milhares de atrações, o que torna a seleção de lugares a visitar muito difícil (doeu ter que deixar o Rijksmuseum para a próxima, por exemplo). De qualquer maneira, tendo muitos ou poucos dias, conhecendo tudo ou só o que considerar essencial, o fato é que você vai voltar de lá completamente apaixonado pela cidade.

    Conhecemos Amsterdã na primavera e certamente isso serviu para que gostássemos ainda mais da viagem. A cidade é linda, cheia de flores (inclusive as famosas tulipas) e as pessoas tem um altíssimo astral.

    Chegamos numa sexta-feira ao meio dia. Às 15h, o clima de happy hour estava por todo lado. As empresas que ficam em frente aos canais faziam festinhas do lado de fora, com os funcionários bebendo vinho branco, cerveja e champagne. O nosso happy hour começou mais ou menos nessa hora também, quando bebemos as primeiras Amstel e Heineken.

    Como escurecia tarde, nesse meio-dia já deu pra fazer muitas coisas: visitar a Casa de Ane Frank (imperdível), caminhar por toda a Leidsestraat (a rua de maior movimento, cheia de lojinhas bacanas, mas também mega turísticas) e passear pelo Red Light District desde o fim de tarde até o início da noite. Lá, vimos algumas moças tão lindas que não dava pra entender como estavam desperdiçando a juventude assim. E outras tão, mas tão horrorosas que não dava para entender como alguém desperdiçaria dinheiro assim. Mas enfim, contrastes e a total falta de preconceito são realmente as marcas da cidade.No segundo dia, acordamos cedo e fomos logo para a fila do Museu Van Gogh. Depois andamos pela cidade e entramos num brechó chamado Lady Day (Hartenstraat 9) que tem muita coisa bacana. Compramos um vestido japonês, um casaco alemão dos anos 70 e pedimos para o vendedor de saia escocesa tirar uma foto nossa com as roupas novas.

    Saindo do brechó, seguimos andando para o norte, rumo a Haarlemmerstraat, uma rua cheia de lojinhas legais. Tinha uma só de chá em que você mesmo coloca a quantidade que quiser, pesa e paga. Outra loja bacana dessa rua é uma especializada em azeite, que funciona no mesmo esquema. Tem ainda uma de queijos, Kaasland, que é fenonemal. Nesta rua também funciona o Barney’s, um coffeeshop todo style.Tínhamos curiosidade de conhecer um coffeeshop e escolhemos o Barney’s porque é na verdade um bar todo bonitão onde você pode curtir o ambiente, as bebidas, as pessoas e se não estiver a fim de mais nada, vai ter gostado do programa do mesmo jeito, como foi o nosso caso.

    O dia terminou com muitos e muitos pints de Guinnes num pub chamado Aran (Max Euweplein, 73). Ele fica em frente à entrada principal do Vondelpark, bem à beira de um canal. Sentar numa mesinha do lado de fora é incrível, vale a visita.

    No domingo, nosso último dia, ainda tínhamos muita coisa para conhecer. Como a cidade tem muitas coisas bacanas a cada esquina, optamos por andar a pé o tempo todo ao invés de alugar bicicletas (ok, esta é a minha versão. A minha mulher diria que o nosso consumo de cerveja era tão alto que ninguém aceitaria alugar nem um velocípede para a gente). Rembranplein,Vondelpark, Dam foram alguns dos pontos principais dessa caminhada. Fomos também na antiga fábrica da Heineken. É legalzinha, mas nada demais. Se vc tiver pouco tempo como nós, acho que dá para dispensar sem pena.

    Depois de algumas Heineken, fomos andar de Canal Bike, o pedalinho deles. É muito divertido depois que você pega o jeito, além de ser uma chance de ver a cidade por outros ângulos.

    Depois desses 2 ½ dias intensos, posso dizer que Amsterdã foi uma das viagens mais legais que já fizemos. Se você está planejando uma visita à Europa, não deixe de colocar essa cidade no seu roteiro. Garanto que você vai voltar cheio de histórias inesquecíveis, mesmo que beba inúmeras Heineken e Amstel; adoráveis, mesmo que se hospede no Inner Amsterdam; e alucinantes, mesmo que vá ao Barney’s só por curiosidade.

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 7 pessoas, e para você? Sim

    Fotos

    • Red Light Street
    • Aran Pub
  • 1 avaliação.
    13 fotos em 1 lugar.
    Marcel Souza Marques

    Marcel Souza Marques escreveu:

    "Crazy Day" em Amsterdam

    • Destino visitado em Agosto de 2010
    • Avaliação feita em 5 de Outubro de 2011

    Você escuta muitas lendas sobre Amsterdam... Em 2010, eu e minha esposa, recém-casados, resolvemos verificar isso tudo...E depois de conhecê-la, você começa a acreditar que todas são verdades. A cidade toda é uma loucura!!! Amsterdam é a cidade mais densamente povoada da Europa. E você já percebe isso logo ao sair da estação... O trânsito todo é uma confusão de gente, carros, trens, bondes, motos e bicicletas... Muitas bicicletas... Elas têm até sistema de sinalização próprio.

    A Red Zone é mesmo uma atração da cidade, muita gente vai lá só para conhecer e muita gente vai para usufruir. O que me espanta... Como é que aquele povo consegue concentração sabendo que depois da cortina tem uma multidão de gente passando??? Eu, sinceramente, não sei...

    A prostituição e maconha liberada são somente os pretextos para que jovens do mundo todo venham viver seu “Crazy Day”... E os Coffee Shops, onde você não pode fumar cigarro, mas pode sim comprar e fumar maconha. maconha que você vai escolher de acordo com o paladar e as sensações que você deseja sentir. Ah sim, se preferir, poderá também escolher algum cogumelo para comer (nunca faça isso sozinho! rs).O estado de adrenalinas deles dispensaria qualquer alucinógeno... Mas nada que uma hora de bebida grátis não possa piorar (o que é oferta de muito bares).Existem umas figuras que parecem ter vindo uma vez, gostado e nunca mais foram embora... Vivendo num estado de lombra eterna.

    O holandês é um idioma tão infeliz, que nem os holandeses falam... Você consegue se comunicar em inglês normalmente...

    Se bater uma fome, a famosa batata frita com bastante maionese resolver qualquer problema.

    A cidade também tem belezas... Não é só muvuca... Dezenas de sex shops, de lojas de tatuagem, lojas de piercing e de museus se espalham pela cidade, com os mais variados temas: museu do sexo, museu da tortura, museu da maconha... (cuidado que alguns são tão discretos que podem passar despercebidos para os mais desatentos); belos parques e as charmosas casas barco. Para conhecer a Casa da Anne Frank tem que ir preparado para enfrentar filas intermináveis.

    Enfim, Amsterdam é uma cidade linda e que vale a pena ser visitada, mas venha com a mente bem aberta... E a única mensagem que ela conseguiu me passar foi que “Todo mundo merece viver um Crazy Day, pelo menos uma vez na vida”... Tentem vocês também!!!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 2 pessoas, e para você? Sim

    Fotos

    • Bondes movimentam a cidade.
    • Até tu, ET!?
    • Tamancos e batata frita com maionese, tudo de bom...
    • Anne Frank: exemplo de vida!
    •  Menu: café + maconha!
    • Só aqui mesmo pra eu pegar a Marilyn Monroe!
    • Museu do Sexo: uma cultura excitante!!!
    • isso que é OVERDOSE de bicicleta!
    • Red Zone: uma cortina entre você e o prazer!
    • Vai um cogumelo, aí?
    • Museu da maconha: tudo a gosto do cliente!
    • Os canais embelezam a cidade.
    • Casas flutuantes só vimos aqui...
  • 6 avaliações.
    2 fotos em 1 lugar.
    jussara amorim

    jussara amorim escreveu:

    encantador

    • Destino visitado em Maio de 2011
    • Avaliação feita em 19 de Agosto de 2011

    Conhecer a Amsterdã foi um experiencia fantastica, a arquitetura, a malha de canais e as casas barcos faz da cidade unica, muito aconchegante simplesmente linda!!!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para você? Sim

  • 2 avaliações.
    joaofbarbirato

    joaofbarbirato escreveu:

    Imperdível

    • Destino visitado em Janeiro de 2010
    • Avaliação feita em 25 de Maio de 2011

    Estive em Amsterdã no ano passado e não me decepcionei com o que encontrei. A cidade é bem interessante e possui museus e parques excelentes, como o Museu Van Gogh ou o Vondelpark. O povo é bem liberal e livre de preconceitos. Se você for no verão poderá andar de bicicleta, de bermuda e camisa, já no inverno isso fica mais complicado porque é MUITO FRIO!! Vale a pena conferir os coffee shops Rookies e Stix. (ou outros muitos!) =)

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 3 pessoas, e para você? Sim

  • 1 avaliação.
    carlaasc

    carlaasc escreveu:

    Cores do Mundo

    • Destino visitado em Abril de 2006
    • Avaliação feita em 26 de Março de 2011

    Caminhando pelas ruas de Amsterdã,é possivel sentir os inúmeros matizes visuais,étnicos e culturais. Pessoas de todos os lugares do mundo,flores de todas as cores possiveis e impossiveis,obras belíssimas para todos os gostos e sentimentos guardados em um infinidade de museus.Já nas vilas nos arredores de Amsterdã,o que mais impressionou são as grandes janelas das casas.A sensação é que todos por lá possuem uma cozinha maravilhosa.Como a maior parte do tempo é frio, eles acabam recebendo muito em casa e com isso, a cozinha acaba sendo muito importante.Depois de alguns dias cheguei a conclusão que todos acabam convivendo harmoniosamente.Famílias passeando pelo Vondel park enquanto outros caminham pela zona vermelha,aliás àrea tão interessante e curiosa quanto qualquer outra parte da cidade. Vale uma visita.O mais marcante nesta cidade abaixo do nivel do mar, é sem dúvida o respeito as diferenças,sejam elas quais forem.

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 1 pessoa, e para você? Sim

  • 1 avaliação.
    1 foto em 1 lugar.
    murilofsdias

    murilofsdias escreveu:

    Esta afim de curtir?

    • Destino visitado em Janeiro de 2011
    • Avaliação feita em 1 de Janeiro de 2011

    Fui e recomendo ir mas porém indico somente as pessoas solteiras a cidade é muito bonita com varios rios os holandeses te tratam muito bem mais é aquela coisa o que Amsterdã tem de melhor são as noites muita canabis muita gente procurando sexo por isso se for em casalzinho vai pra Paris se não perde a namorada recomendo sim pra curtir, o tour pela city também vale a pena mais não é o que a cidade tem de melhor

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 1 pessoa, e para você? Sim

    Fotos

    • Cofee Shop Amsterdã
  • 1 avaliação.
    Natalia Weber

    Natalia Weber escreveu:

    Amsterdam além dos estereótipos

    • Destino visitado em Julho de 2010
    • Avaliação feita em 29 de Agosto de 2010

    O que há pra se fazer em Amsterdam? Aposto que posso adivinhar o que passou pela sua cabeça agora. O mesmo que passava pela cabeça de algumas pessoas a quem contei que tinha ido lá, por dois dias não-consecutivos. Eles davam um sorrisinho e ficavam imaginando as aloprações que eu supostamente teria feito por lá. Ah, Amsterdam e seu estereótipo "sex & drugs". Mas a cidade não quer se livrar desse estereótipo. Isso rende não-sei-quanto em euros pra eles, e faz suas lojas de souvenir faturarem com seus cinzeiros, canecas e outros bibelôs em forma de falo e pirulitos de cannabis. Amstedam parece se orgulhar muito de ser XXX - o que é estranho: Amsterdam tem como símbolo o XXX antes mesmo de existir a indústria pornô... Uma pesquisa rápida na internet me disse que são cruzes de Santo André. Estão em mapas antigos, escudos e igrejas!

    Pois bem, Amsterdam tem lá suas muitas Coffee Shops, lugares que vendem algumas drogas e onde é permitido o consumo. Não é também em todo lugar que você pode exibir a exuberância do seu cachimbo da paz, a intenção é que a coisa seja feita com a noção de uma pessoa que faz algo "normal". Quem extrapola são, geralmente, os turistas. E Amsterdam também tem seu Distrito da Luz Vermelha, que eu acabei não visitando, mas que um amigo resumiu muito bem desse modo: um lugar antigo, com uma arquitetura muito bonita e aí, WHOA, tem uma mulher pelada na janela!

    Mas o que há além disso, se drogas e prostituição liberadas não é lá o que você está procurando? Para algumas pessoas, como para mim e a amiga que me acompanhou, toda essa atmosfera de auto-afirmação da coisa faz tudo parecer um tanto forçado, em vez de normal, assim como uma coisa dentro da lei seria. Vê-se logo que é um tipo de teatro pra turista, que, na minha opinião, é até meio bobo. Amsterdam é uma cidade bonita. Sua arquitetura do século XVII está incrivelmente conservada e por toda a parte, e os canais já dão uma vibe charmosa pra cidade. Há parques, lojas, bares, restaurantes, o mercado das flores e museus para tudo (inclusive, claro, os do Sexo e da Maconha... e da Heineken!). Mas também o do Van Gogh, ilustre holandês. Muitas das suas obras consagradas estão lá, para alegria dos amantes da arte. Perto dali, ainda no Museumplein, há o Rijksmuseum com os também ilustres holandeses Rembrandt e Vermeer, e outras obras fascinantes. Entre os dois museus, há o famoso letreiro "I AMsterdam". Fotos, fotos!

    Em Amsterdam você também pode visitar a casa onde Anne Frank e sua família se esconderam por anos da perseguição nazista, e onde ela escreveu seu famoso diário. A visita é triste e emocionante, na qual imergimos no ambiente em que as pessoas tiveram que viver, sem ter a liberdade de serem o que são. Atrás de uma prateleira de livros removível, passamos pela porta do esconderijo, para uma experiência que pretende deixar para as novas gerações uma mensagem de tolerância. Para que não se repita o que aconteceu.

    Localizar-se no centro de Amsterdam foi um desafio para nós. A questão é que as ruas lá são diagonais, e por isso seguir um canal pode te levar pro lado errado. Quando chegamos, decidimos andar da estação central ao Rijksmuseum, o que provou não ser uma boa ideia. Na segunda vez, pegamos um bonde (tram) na frente da estação e chegamos em poucos minutos. De lá para a casa da Anne Frank também foi fácil. Mas andar um bocado não faz mal, e te dá aquela sensação anacrônica por estar numa cidade histórica. Apesar de o holandês ser uma língua complicadíssima, eles facilitam falando inglês. Pronunciar os nomes de algumas ruas pode ser difícil. Aconselho ter sempre um mapa e usá-lo ao pedir informações. Mas não se preocupe, o holandês em geral é bem educado, assim como os muitos imigrantes de toda parte do mundo que habitam lá.

    Seja lá o que você busca em Amsterdam, vá com a intenção de aproveitar do melhor jeito. Com respeito e curiosidade se faz o melhor turismo.

    Nota Média 3

    Razoavel "De acordo com o esperado."

    Esta avaliação foi útil para 4 pessoas, e para você? Sim

  • 2 avaliações.
    Patrícia Piacsek

    Patrícia Piacsek escreveu:

    Descubra Amsterdam!

    • Destino visitado em Julho de 2010
    • Avaliação feita em 30 de Julho de 2010

    Cidade com cara de parque de diversões!

    A linda e exótica Amsterdam surpreende os turistas que esperam encontrar apenas um bando de coffee-shops e vitrines com luz vermelha.

    Repleta de pontes e de ciclovias, o ambiente é leve. Amsterdam pede pra ser explorada, de bicicleta ou a pé(nada lá é tão longe assim), claro que para os mais apressados os pequenos monotrails estão disponíveis e circulantes nos principais pontos da cidade(os tickets podem parecer caros, mas normalmente são de via dupla! Ou seja, pra ir e voltar. Todos, inclusive os ônibus da cidade. Caso carimbem o seu ticket, guarde-o para usar depois!).

    ZooArtis é um espetáculo imperdível! Quer um conhecimento geral sobre a cidade em apenas uma hora? Pegue um passeio de barco pelos canais da cidade. Os barcos passam rente as casas-barco, pontes e a vista é linda, principalmente ao entardecer.

    Caso queira visitar todos os museus, agende alguns dias a mais para Amsterdam. O tamanho da cidade é inversamente proporcional ao número de museus!

    No verão, é comum encontrar pessoas estiradas na grama, pegando sol, jogando bola, comendo e conversando. Organizar um piquenique no parque fará você se sentir mais local.

    Quer economizar uns trocados para aproveitar ainda mais a cidade? Não esqueça das cidades que rodeiam Amsterdam. Zaandam, por exemplo, é muito próxima(15min/20min de ônibus). Fiquei no Zaandam formule 1, o ponto de ônibus perto do hotel permite pegar uma única viação que leva direto pro centro de Amsterdam. Agora, se você depende dos ônibus pra se locomover, fique atento aos horários! Por mais absurdo que 15h37 pareça, o ônibus estará lá.

    Amsterdam não fecha o espediente tão cedo quanto as outras cidades Européias, porém o último horáro de ônibus disponível pra voltar a Zaandam costuma ser 23h. Novamente, dê uma atenção redobrada aos horários dos meios de transporte para evitar qualquer aborrecimento.

    Espero que essas dicas sejam úteis, e que Amsterdam se torne tão inesquecível e facinante pra vocês quanto foi pra mim.

    Patrícia.

    Nota Média 4

    Bom "Voltaria certamente."

    Esta avaliação foi útil para 3 pessoas, e para você? Sim

  • 1 avaliação.
    Douglas Piro

    Douglas Piro escreveu:

    Cidade expetacular

    • Destino visitado em Março de 2010
    • Avaliação feita em 28 de Julho de 2010

    Amsterdam é uma cidade maravilhosa. Vale a pena andar de bicicleta pelas ruas, visitar o bairro da Luz Vermelha, visitar os museus (fantásticos), andar a noite pela cidade, passear pelos canais num barco, almoçar ou jantar num restaurante flutuante.

    Certamente um passeio para toda a família!!!!

    Pretendo voltar em breve!!!!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 3 pessoas, e para você? Sim

  • 4 avaliações.
    3M3R50N

    3M3R50N escreveu:

    Fantastico

    • Destino visitado em Dezembro de 2009
    • Avaliação feita em 28 de Julho de 2010

    Lugar maravilhoso mesmo com muito frio, fica mais maravilhoso

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 2 pessoas, e para você? Sim

  • 2 avaliações.
    1 foto em 1 lugar.
    Karen Alcântara

    Karen Alcântara (João Pessoa) escreveu:

    Cidade Das Flores

    • Destino visitado em Junho de 2009
    • Avaliação feita em 6 de Maio de 2010

    Logo de cara, Amsterdã é incrível! Com todo seu naturalismo, com muitas flores, pessoas andando de bicicleta, indo ao parque, o ar tem cheiro bom!

    Muito, muito, muito, linda! O que mais chama atenção na cidade é sua arquitetura, suas casas na vertical, bem estilo europeu! Amsterdã encanta a qualquer um que visitá-la, é uma cidade extremamente dócil, com pessoas de bom humor, e de bem com a vida! A cidade pela manhã respira tranquilidade! Mesmo com a noite no distrito da luz vermelha, com suas prostituições, drogas e badalações, Amsterdã é MARAVILHOSA! Conheçam e se apaixonem!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 3 pessoas, e para você? Sim

    Fotos

  • 1 avaliação.
    7 fotos em 1 lugar.
    Rafinha

    Rafinha (João Pessoa) escreveu:

    O lugar onde tudo acontece!!!

    • Destino visitado em Abril de 2006
    • Avaliação feita em 5 de Maio de 2010

    A Holanda é um dos países mais charmosos e atraentes da Europa. Descontraída e com muita coisa interessante pra se ver, é dona de um povo simpático e amigável, de um calor humano que raramente encontramos em outros lugares. É impossível não nos encantarmos e nos apaixonarmos por esse país incrível, onde nos deparamos constantemente ao contraste de uma vida de metrópole associada a um que de vida provinciana, entre o novo e o antigo que permanecem preservados e se misturam a todo instante. É encantador poder caminhar pelas ruas e nos perder entre árvores majestosas, tulipas, arquitetura fascinante e apreciar os diversos museos e exposições permanentes que promovem uma atmosfera mágica ao ambiente. Por vezes, tinhamos a sensação de ter voltado no tempo e da estarmos vivendo uma dessas histórias de conto de fada. Sem sombra de dúvida, foi uma experiência maravilhosa e inesquecível, que queremos repetir muitas e muitas vezes!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 6 pessoas, e para você? Sim

    Fotos

  • 2 avaliações.
    1 foto em 1 lugar.
    Karen Alcântara

    Karen Alcântara (João Pessoa) escreveu:

    Valentine's Day.

    • Destino visitado em Junho de 2009
    • Avaliação feita em 4 de Maio de 2010

    Tudo começou com uma viagem de intercâmbio do meu namorado, a gente já tinha quase 2 anos de namoro e ele resolveu estudar durante 6 meses em Oxford, na Inglaterra. Eu então, fiquei! A gente sofria muito com a separação, pois éramos muito ligados, nos falávamos todos os dias, mas parecia não adiantar, a gente queria era ficar junto! Até que... apareceu uma oportunidade de visitá-lo lá! Nooossa, eu fiquei HIPER FELIZ, a viagem estava marcada para maio, mas como a maioria das coisas pra gente são muito difícieis, a viagem foi adiada, e pra quem já passou por isso, uma das piores coisas é criar uma expectativa e ela não acontecer. Pois então, a viagem foi remarcada para junho, o mês dos namorados!! Eu ia no avião de coração apertadinho, morrendo de saudades e cheia de presentes. Quando cheguei lá, a gente matou a saudade e logo depois fizemos uma viagem para Amsterdã. Nooooooooooooooossa, vocês não têm noção! Foi a coisa mais legal da minha vida! Gente, foi exatamente no Dia Dos Namorados! Depois disso ele voltou comigo pro Brasil e nós estamos juntos até hoje! Essa viagem foi muito especial e inesquecível para mim!

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 76 pessoas, e para você? Sim

  • 1 avaliação.
    Michel Azevedo Araujo

    Michel Azevedo Araujo escreveu:

    Surpreendente

    • Destino visitado em Janeiro de 2010
    • Avaliação feita em 12 de Março de 2010

    Quando estava a caminho de Amsterdam, fiquei com medo da cidade, considerando a prostituição e as drogas legalizadas, e que as ruas seriam perigosas devido a isso, porém fui surpreendido por uma cidade linda, muito limpa, com habitantes muito hospitaleiros e prestativos, além de lugares lindos, mesmo sob muito gelo.

    Nota Média 5

    Excelente "Superou as expectativas!"

    Esta avaliação foi útil para 13 pessoas, e para você? Sim

1



Pesquise preços

Receba ofertas imperdíveis

Receba grátis as melhores promoções de passagens aéreas e hotéis por e-mail.

Publicidade


Publicidade